Jô Soares perdoa taxista que atropelou a mãe dele

Jô Soares relembra a morte da mãe em entrevista ao jornalista Marcelo Bonfá. Reprodução TV Globo

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email
 Jô Soares relembra a morte da mãe em entrevista ao jornalista Marcelo Bonfá. Reprodução TV Globo
Jô Soares relembra a morte da mãe em entrevista ao jornalista Marcelo Bonfá. Reprodução TV Globo

Do UOL, em São Paulo

Na véspera do Dia das Mães, o apresentador Jô Soares relembra o atropelamento que causou a morte de sua mãe, quando ele tinha 30 anos. O assunto foi tema da entrevista que ele concedeu ao jornalista e produtor Marcelo Bonfá para o canal  “Pingue Pongue com Bonfá” no You Tube.

Jô contou que sua mãe foi atropelada em um dia chuvoso por um taxista, que não teve culpa nenhuma pelo acidente. O condutor chegou a socorrer a mãe do apresentador, mas ela não resistiu aos ferimentos que causaram fratura craniana.

Depois de 10 anos, Jô coincidentemente pegou o carro do mesmo taxista, que se identificou dizendo que foi ele o motorista que havia causado o atropelamento e pediu que o apresentador o perdoasse. “Preciso dizer uma coisa para o senhor: fui eu que atropelei a sua mãe. E desde esse dia (há 10 anos) não consigo mais dormir. Só vou conseguir dormir o dia em que o senhor disser que me perdoa.”, explicou o motorista.

Jô disse ao motorista que estava perdoado desde o dia do acidente e que não havia motivos para culpa, já que ele socorreu a mãe e se manteve presente durante o tempo todo no hospital, inclusive auxiliando o pai de Jô. “Você não teve culpa nenhuma. Você está perdoado”, disse Jô.

O apresentador finalizou a entrevista explicando a importância do perdão. “Pra mim (o perdão) é a coisa mais importante no cristianismo. O perdão imediato que o Cristo trás”, encerrou.

Assista aqui a entrevista.