Latino tem prisão decretada pela Justiça

(Foto: Reprodução/Instagram)
(Foto: Reprodução/Instagram)

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email
 (Foto: Reprodução/Instagram)
Como não pagou os meses restantes de pensão, Latino pode ser preso a qualquer momento. (Foto: Reprodução)

O cantor Latino teve sua prisão decretada pela Justiça de São Paulo, pelo não pagamento de pensão alimentícia da menor Valentina, de 2 anos, fruto de seu relacionamento com Gláucia Roberta de Souza. A ordem judicial foi dada em cima da dívida referente aos meses de setembro de 2014 a setembro de 2015, algo que deve girar em torno dos R$ 140 mil. No final de agosto, o cantor foi notificado e intimado a pagar os três primeiros meses de pensão alimentícia para não ser preso imediatamente. Os R$ 30 mil foram depositados em juízo, e eram referentes a junho, julho e agosto de 2014, época em que ele foi citado no processo. A ação só foi concretizada este ano porque o cantor nunca era encontrado para ser notificado. Como não pagou os meses restantes de pensão (de setembro do ano passado para cá), Latino pode ser preso a qualquer momento.

“A Justiça expediu o mandado de prisão dele porque ele não pagou o saldo que devia. A Gláucia foi comunicada da decisão, mas não ficou feliz. Não era o que ela queria. O que ela deseja é que ele pague o que deve para ajudar a filha. Mas como ele não cumpriu, que seja aplicada a lei”, contou o advogado de Gláucia, Fernando Abrahão.

Bruno Gomes, advogado de Latino, disse que procurou por Fernando Abrahão, nesta quarta-feira (9), para tentar um acordo. “Já entrei em contato com o advogado da Gláucia para fazer um acordo com eles. Ele se mostrou aberto. É consciente da realidade, mas depende da autorização da cliente para seguir com o acordo”, afirmou ele, que disse não poder dar maiores detalhes sobre a ação, pois o processo corre em sigilo.