Luiz Caetano elogia taxação de bancos e defende imposto sobre fortuna

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email

A decisão da presidente Dilma de aumentar de 15 para 20% a alíquota do imposto sobre o lucro dos bancos foi considerada positiva pelo deputado Caetano (PT-BA). “É uma forma de fazer com que aqueles que ganham mais contribuam para o equilíbrio orçamentário”, avalia. Para Caetano, é urgente que a sociedade discuta a taxação sobre grandes fortunas, um imposto que distribui renda e que é usado em vários países para promover igualdade tributária. Ele acredita que a taxação e o combate à sonegação dos mais ricos são medidas que efetivamente promoverão a retomada do crescimento da economia. “A conta não pode ser paga apenas pelo trabalhador, o assalariado e a classe média, que paga até 27% de imposto. Ela tem que ser paga por toda a sociedade” afirmou.caetano