Mais de 500 policiais vão trabalhar no BAVI

1

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email

Exatos 586 policiais militares compõem o esquema de segurança que vai atuar no entorno da Arena Fonte Nova neste sábado (3) por conta do clássico BAVI, que vai ser realizado a partir das 16h30. A estratégia na região acontece até às 21 horas. Entre as restrições da Polícia Militar (PM) para acessar o estádio estão as proibições de portar mastros de bandeiras e o chamado pau de selfie, por ser considerado um cacetete retrátil.

As principais torcidas organizadas dos dois clubes estão suspensas e os respectivos torcedores não poderão adentrar ao estádio com escudos, camisas bandeiras ou qualquer tipo de identificação dos grupos. Também estão proibidas as charangas e instrumentos musicais da Bamor e da Imbatíveis.

As torcidas suspensas são: Pavilhão Jovem, do Vitória por seis meses; Torcida Uniformizada Os Imbatíveis, do Vitória, por três meses; e a Torcida Organizada Bamor, do Bahia, por quatro meses. Conforme a PM, a Bamor teve o agravante por se envolver em partida de mando de campo do adversário.

A torcida do Bahia terá acesso ao estádio pelos portões Sul, Leste, Norte e Super Norte, e a do Vitória pelo portão do visitante, de frente para o Dique do Tororó. Estão determinadas como pontos de evacuação após o jogo as estações do metrô do Campo da Pólvora, disponível para torcedores do Bahia, e a do Bonocô, para a torcida do Vitória.

Com informações do Bocão News.

Foto de capa extraída do site Camaçari Aqui Tem.