Menino de 12 anos é estuprado dentro de escola

O abuso aconteceu última segunda-feira (26). Familiares do menino relataram que ele ainda foi agredido antes de ser levado para o banheiro da escola (Foto: Reprodução)
O abuso aconteceu última segunda-feira (26). Familiares do menino relataram que ele ainda foi agredido antes de ser levado para o banheiro da escola (Foto: Reprodução)

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email
O abuso aconteceu última segunda-feira (26). Familiares do menino relataram que ele ainda foi agredido antes de ser levado para o banheiro da escola (Foto: Reprodução)
O abuso aconteceu última segunda-feira (26). Familiares do menino relataram que ele ainda foi agredido antes de ser levado para o banheiro da escola (Foto: Reprodução)

No município de Luís Eduardo Magalhães – Região do Extremo Oeste Baiana – um menino de 12 anos foi abusado sexualmente dentro da escola onde estuda, Escola Municipal Ivo Hering. Informações da Polícia Civil, divulgadas nesta sexta-feira (30), é que os suspeitos são cinco colegas com idades entre 11 e 14 anos. A criança foi levada para o Instituto Médico Legal (IML) de Barreiras, onde em exame de corpo de delito o estupro foi confirmado. O abuso aconteceu última segunda-feira (26) e familiares do menino relataram à policia que ele ainda foi agredido antes de ser levado para o banheiro da unidade de ensino, onde foi violentado. O menino já foi transferido para outra escola na cidade.

A polícia abriu um inquérito para investigar o crime. “Os autos foram conclusos e vamos encaminhá-los ao Ministério Público na terça-feira [3 de novembro], junto com os autores e a vítima para que o Ministério Público tome uma providência e, junto com o Judiciário, tome decisão sobre o futuro dos menores”, apontou o delegado Rivaldo Luz em entrevista à rede Bahia. Em nota, a assessoria de comunicação da prefeitura disse que a Secretaria de Educação está acompanhado as investigações e que vai punir os envolvidos na semana que vem, quando voltar do recesso em decorrência do feriado.