Metade dos homens nunca foi ao urologista

Doctor with patient at medical exam table
Doctor with patient at medical exam table

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email

O Dia do Homem, celebrado hoje, é momento para chamar a atenção para problemas que afetam a saúde masculina, mas parece que os próprios homens se preocupam muito pouco, ou quase nada, com essas questões. Uma pesquisa inédita realizada no Brasil pela empresa farmacêutica Bayer, em parceria com a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), revela uma realidade preocupante.

Exatos 51% dos pesquisados nunca consultou um urologista. Três mil e duzentos homens com mais de 35 anos responderam questionário sobre saúde e sexualidade em oito capitais brasileiras. Conforme o site da revista GQ Brasil, o presidente da SBU-SP, Dr. Roni de Carvalho Fernandes, afirma que isso não quer dizer “que o homem não goste de ir ao urologista; homem não gosta de ir ao médico”.

Vários fatores são apontados como causas para os homens evitarem consultas, em especial com um urologista. Além daqueles citados pelos entrevistados na pesquisa, como falta de tempo, medo ou simplesmente a falta de motivos, outros pouco explorados, como o aspecto cultural, contribuem para que o sexo masculino recuse com frequência o acompanhamento médico.

“A menina, depois da primeira menstruação, tem a mãe pronta para levá-la ao ginecologista, e desenvolve uma cultura de ir ao médico. Já o rapaz, com 13 anos, não tem um motivo específico para ser levado a uma consulta”, analisa o Dr. Carlos Sacomani, diretor de comunicação da SBU.

Com informações do site da revista GQ Brasil.

Foto de capa: homemfeito.com.br.