Micareta de Feira 2022 realizada em setembro, avalia Colbert

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email

O prefeito Colbert Filho informou, nesta quinta-feira (23), que haverá o Natal Encantado em dezembro deste ano. Em entrevista ao programa Bom Dia Feira, na Princesa FM, Colbert disse que o evento terá proporções menores, ainda como forma de prevenção à covid. A Micareta, também segundo, o gestor, poderá acontecer em setembro de 2022.

“Agora em dezembro estamos pensando no Natal Encantado, não na proporção já feita, com shows, mas em igrejas, locais fechados, com músicas clássicas, natalinas, em praças, não tão grande, mas certamente faremos, o secretário já está trabalhando nisso”, disse o prefeito ao programa, com matéria divulgada no site Rotativo News.

Para 2022, a Prefeitura Municipal já se programa para a retomada dos demais eventos tradicionais da cidade, como o São João. Porém, algumas alterações devem ser feitas para tornar a realização possível e segura para os frequentadores. Um exemplo disso é a possibilidade de a Micareta de Feira, que tradicionalmente ocorre no mês de abril, acontecer em setembro.

“Essa ideia foi levantada por um grupo de pessoas durante reunião com o secretário Jairo Carneiro Filho, de Cultura, Esporte e Lazer, e, de repente, essa é a melhor opção. Vamos aguardar como vai ser o Carnaval em Salvador, se vai ter ou não, até para que a gente decida como fazer e, quem sabe, estabelecer uma nova alternativa econômica, quem brinca está brincando, mas quem faz a festa é profissional. Não tenho preferência. A festa já foi por muito tempo em abril, se houver um entendimento global de todos para que fique no fim do ano, não tem problema’, afirma Colbert.

“Se o Carnaval ocorrer e como ocorrer, vamos ter ideia de como fazer para não errarmos. Vamos ficar muito atentos sobre o funcionamento desse grande evento com a participação de grande quantidade de pessoas. Nesse 7 de Setembro, a minha expectativa era que aumentasse muito o número de casos, estamos há 14 dias, e até então não aumentou tanto. De repente a cobertura vacinal está sendo muito mais eficiente, mas esperar que depois de uma festa dessa, não se tenha um surto, surto é uma espécie de epidemia rápida em determinado lugar, se isso acontecer, nós temos que nos preparar para essa situação, até entre pessoas vacinadas. Não vai ocorrer eventos tão graves que levem a morte, mas temos que ter cuidado”, ressalta.

(Fonte: site Rotativo News, com informações do programa Bom Dia Feira)