Ministério da Educação quer federalizar hospitais na Bahia

Hospital Nair Alves de Souza, em Paulo Afonso, é um dos quatro que podem se tornar hospitais universitários. Foto: Reprodução/Site do deputado Josias Gomes
Hospital Nair Alves de Souza, em Paulo Afonso, é um dos quatro que podem se tornar hospitais universitários. Foto: Reprodução/Site do deputado Josias Gomes

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email
Hospital Nair Alves de Souza, em Paulo Afonso, é um dos quatro que podem se tornar hospitais universitários. Foto: Reprodução/Site do deputado Josias Gomes
Hospital Nair Alves de Souza, em Paulo Afonso, é um dos quatro que podem se tornar hospitais universitários. Foto: Reprodução/Site do deputado Josias Gomes

O interesse do Ministério da Educação em federalizar hospitais na capital e no interior da Bahia tem crescido. De acordo com o governo do estado, os hospitais Ana Nery (Salvador), Nair Alves de Souza (Paulo Afonso), Eurico Dutra (Barreiras) e Regional de Teixeira de Freitas podem tornar-se hospitais universitários.

Segundo o governo da Bahia, o interesse do Ministério da Educação (MEC) se deu por causa da “expansão dos cursos de medicina em universidades federais na Bahia e o compromisso da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) em comprar serviços de média e alta complexidade, o que garante fonte suplementar de financiamento”.

Nesta quarta-feira (26), em Brasília, um acordo será assinado para a transferência do Hospital Nair Alves de Souza (HNAS), que atualmente é administrada pela Companhia Hidroelétrica do São Francisco (Chesf), para a Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf). O ato ocorrerá na sede da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), órgão ligado ao Ministério da Educação e responsável pela gestão dos hospitais universitários no Brasil.

De acordo com Vilas-Boas, há interesse do Estado em descentralizar os serviços de média e alta complexidade e fortalecer o papel de hospitais regionais e universitários como centros de excelência na pesquisa e assistência. “Com base em metas e pagamento por produtividade, temos estimulado a melhoria da gestão e o profissionalismo. No Hospital Nair Alves de Souza, que em breve serão instalados 20 leitos de UTI Adulto e UTI Neonatal com recursos oriundos de emendas parlamentares, o Estado terá um papel importante adquirindo esses serviços, garantindo assim o fluxo financeiro adequado para a realidade do hospital”.