Ministro diz que corrupção no Brasil é histórica

José Eduardo Cardozo, Ministro da Justiça. Foto: Isaac Amorim/Agência MJ
José Eduardo Cardozo, Ministro da Justiça. Foto: Isaac Amorim/Agência MJ

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email
José Eduardo Cardozo, Ministro da Justiça. Foto: Isaac Amorim/Agência MJ
José Eduardo Cardozo, Ministro da Justiça. Foto: Isaac Amorim/Agência MJ

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, fez comentários sobre as investigações da Operação Lava Jato levarem a Polícia Federal (PF) ao setor elétrico, e em rápida análise, disse que a corrupção no Brasil é “histórica”.

As declarações de Cardozo foram feitas nesta terça-feira (28), após o lançamento da plataforma Dialoga Brasil, em Brasília. “Eu diria que a corrupção no Brasil, infelizmente, é histórica. E, na medida que existam indícios em qualquer setor – seja no governo federal, governos estaduais ou municipais, em qualquer poder – devem ser investigados”, disse o ministro. Ele também destacou o combate à corrupção no Brasil, ressaltando a autonomia da PF e de outros órgãos responsáveis.

“Temos que ter claro que o combate à corrupção é uma questão fundamental em todo o país. A sociedade quer isso, e está sendo feito, com autonomia, pelos órgãos responsáveis por fazê-lo. É necessário que se respeite o direito ao contraditório e à ampla defesa. E aqueles que tiverem culpa, que respondam pelo que fizeram”, salientou.

O Dialoga Brasil foi criado para estimular a participação digital nas atividades governamentais. Uma das ferramentas permite que a população converse com os ministros em bate-papo online, pelo site da plataforma.

*Com informações da Agência Brasil