Morre o professor da Universidade Federal da Bahia Mahomed Bamba

Bamba havia descoberto recentemente um câncer devastador no fígado. Foto: PósCom/Divulgação

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email
Bamba havia descoberto recentemente um câncer devastador no fígado. Foto: PósCom/Divulgação
Bamba havia descoberto recentemente um câncer devastador no fígado. Foto: PósCom/Divulgação

Morreu, na madrugada desta segunda-feira (16), aos 48 anos, o professor da Faculdade de Comunicação (Facom) da Universidade Federal da Bahia (Ufba) Mahomed Bamba. Marfinense, Bamba havia descoberto recentemente um câncer devastador no fígado e foi acometido de uma infecção generalizada ao internar-se para um procedimento médico no Hospital da Bahia.

A doença foi descoberta após um exame de rotina, há cerca de três meses. Porém, como ainda não havia a confirmação do câncer por parte dos médicos, o plano de saúde não autorizou o início da quimioterapia antes de uma biópsia, e Bamba precisou submeter-se ao procedimento.

De família francesa, Mahomed Bamba nasceu na Costa do Marfim, onde graduou-se em Letras na Université Nationale d´Abidjan, em 1992. Após escolher o Brasil como casa, concluiu o mestrado em Linguística Geral e Semiótica pela Universidade de São Paulo (USP), instituição na qual tornou-se doutor em Cinema e Estética do Audiovisual.

Em 2009, Bamba assumiu a vaga de professor adjunto na Facom. Há quatro anos, ministrava a disciplina História do Cinema II, além de fazer parte do Programa de Pós-graduação em Comunicação e Cultura Contemporâneas (PósCom). Na Bahia, o marfinense passou também pela Faculdade Dois de Julho, pela FIB e pela Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs).

Em nota, a Facom lamentou a morte de Bamba. “É com imensa tristeza e pesar que informamos o falecimento do nosso querido colega Mahomed Bamba. Ele tinha feito um procedimento cirúrgico por conta de neoplasia maligna detectada no fígado. Bamba tinha 48 anos e integrava o corpo docente da Faculdade de Comunicação desde 2009, ensinando na área de concentração em Cinema e Audiovisual. Era também professor e pesquisador do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura Contemporâneas da FACOM. A Faculdade de Comunicação suspende todas as suas atividades nesta segunda e terça-feira (16 e 17 de novembro) em luto pelo nosso estimado colega e amigo”, afirmou. O enterro de Bamba será realizado na terça-feira (17), no cemitério Jardim da Saudade, Capela F, 10h30.

*Metro1