Percussionista é morto dentro de igreja em Eunápolis

Adolescente armado invadiu ônibus que fazia a linha Salvador-Candeias e anunciou o assalto. Foto: wscom.com.br.
Adolescente armado invadiu ônibus que fazia a linha Salvador-Candeias e anunciou o assalto. Foto: wscom.com.br.

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email

O percussionista Edno Oliveira Santos, 30 anos, foi morto na noite de segunda-feira (25), dentro da igreja evangélica Deus É Amor, em Eunápolis, no Extremo Sul da Bahia. O crime ocorreu na Rua dos Coqueiros, no bairro do Gusmão, entre 21h30 e 22h. Na hora do ataque havia fiéis dentro da igreja.

De acordo com informações do titular da cidade, o delegado Cícero Daniel Feitosa, os policiais que estiveram no local foram informados que a vítima tinha se envolvido em uma discussão em outro lugar e era perseguido por dois homens. “Ele conseguiu entrar na igreja e chegou a ir até um cômodo dos fundos, mas não houve jeito”, contou o delegado.

O músico foi atingido por três disparos no tórax e não resistiu. A vítima foi ferida com arma branca na região do pescoço. Os tiros começaram do lado de fora da igreja. “Acredito que ele já tenha entrado lá baleado”, informou Feitosa. A vítima não tinha passagem. A polícia ainda não sabe qual foi a motivação nem a autoria.

O percussionista morava com o pai num bairro vizinho ao que ocorreu o crime, no Centauro.  Na manhã de hoje (26) o delegado ouviu o pai de Edno, familiares e testemunhas que estavam na igreja na hora do crime. Segundo informações da polícia, ele trabalhava fazendo bico como percussionista para algumas bandas da região.

*Fonte: Correio