Nova orla de Salvador ganhará novos quiosques a partir de setembro

Prefeito ACM Neto realiza vistoria dos novos quiosques da orla 
Foto: Divulgação/Valter Pontes - Agecom
Prefeito ACM Neto realiza vistoria dos novos quiosques da orla Foto: Divulgação/Valter Pontes - Agecom

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email
Prefeito ACM Neto realiza vistoria dos novos quiosques da orla  Foto: Divulgação/Valter Pontes - Agecom
Prefeito ACM Neto realiza vistoria dos novos quiosques da orla
Foto: Divulgação/Valter Pontes – Agecom

A partir da segunda quinzena de setembro, Salvador vai começar a ganhar os 32 primeiros novos quiosques dos trechos da orla requalificados pela Prefeitura. Os primeiros beneficiados serão os trechos de Itapuã e Piatã, seguidos pelo Jardim de Alah, que estão previstos para serem entregues completamente requalificados em outubro. Os demais serão instalados em seguida nos trechos da Barra, Rio Vermelho (antigo Mercado do Peixe), Ribeira, Tubarão e São Tomé de Paripe. No total, serão instalados cerca de 100 equipamentos em toda a orla da cidade.

Os modelos foram vistoriados pelo prefeito ACM Neto e pelo secretário municipal de Cultura e Turismo (Secult), Érico Mendonça, na fábrica WPC Nordeste, em Simões Filho. Os quiosques estão sendo construídos e posteriormente gerenciados pelas três empresas vencedoras da licitação municipal realizada no ano passado para exploração dos equipamentos: Saneando Projetos de Engenharia e Consultoria, Holz Engenharia e o consórcio RPH Engenharia e Lazer Salvador Empreendimentos. As empresas pagarão no total R$ 5,2 milhões de outorga ao Município, com prazo de concessão de 15 anos.

Foto: Divulgação/Valter Pontes - Agecom
Foto: Divulgação/Valter Pontes – Agecom

O mobiliário segue as recomendações do projeto arquitetônico da SQ+ Arquitetos Associados, do arquiteto Sidney Quintela, sob a coordenação da Fundação Mário Leal Ferreira (FMLF). Os quiosques possuem três tamanhos – 30m², 50m² e 100m², são feitos de madeira e alvenaria e contam também com mesa, cadeiras e sombreiro. A Secult é responsável pela licitação de acompanhamento do projeto e instalação dos quiosques.