Novo chefe do Ibama na Bahia já foi multado pelo órgão quando era prefeito

Neuvaldo David de Oliveira, mais conhecido como David da Caixa. Foto: bahiaextremosul.com.
Neuvaldo David de Oliveira, mais conhecido como David da Caixa. Foto: bahiaextremosul.com.

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email
Neuvaldo David de Oliveira, mais conhecido como David da Caixa. Foto: bahiaextremosul.com.
             Neuvaldo David de Oliveira, mais conhecido como David da Caixa. Foto: bahiaextremosul.com.

Nomeado na última segunda-feira (18) para o comando da Superintendência do Ibama na Bahia, Neuvaldo David de Oliveira respondeu a processo no próprio órgão por infringir leis ambientais quando era prefeito de Caravelas. David da Caixa, como é conhecido, foi autuado em 23 de fevereiro de 2006 pelos agentes do Ibama de Teixeira de Freitas e penalizado com multa de R$ 50 mil, por ter instalado rede elétrica na orla da cidade, zona de restinga classificada como Área de Preservação Permanente.

Como até hoje ele não quitou o débito, cujo valor atual está em cerca de R$ 170 mil, o político foi inscrito na Dívida Ativa da União. Apesar do histórico, David da Caixa ganhou a chefia do setor responsável pela proteção ao meio ambiente no estado, como parte do acordo para dividir cargos no governo Michel Temer (PMDB) entre deputados que votaram a favor do impeachment. Dirigente do PV de Caravelas, o novo superintendente foi indicado pelo deputado federal Uldurico Júnior, presidente do partido na Bahia.

Abacaxi na Justiça

Além do processo no Ibama, David da Caixa responde a ação civil por improbidade administrativa, movida pelo Ministério Público Estadual (MPE) em 2009. À época, o ex-prefeito de Caravelas teve as contas de 2008 rejeitadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), por descumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal, ausência de licitação sem justificativa e gastos excessivos com combustível, passagens e diárias. Após encaminhar representação contra o político ao MPE, o TCM incluiu seu nome na lista de candidatos “fichas-sujas”. Procurado pela coluna, David da Caixa não foi encontrado na sede do órgão até a noite de ontem. De acordo com informações de servidores do Ibama, o novo superintendente ainda não havia tomado posse.

Do Correio 24 Horas.