OAB divulgará dia 27 nova data para exame em Salvador

A rendição ocorreu quatro horas após início da confusão e com a chegada do advogado Marcos Melo, que foi contratado pela família do suspeito. Foto: Alberto Maraux/Ascom SSP)
A rendição ocorreu quatro horas após início da confusão e com a chegada do advogado Marcos Melo, que foi contratado pela família do suspeito. Foto: Alberto Maraux/Ascom SSP)

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email
A rendição ocorreu quatro horas após início da confusão e com a chegada do advogado Marcos Melo, que foi contratado pela família do suspeito. Foto: Alberto Maraux/Ascom SSP)
Prova foi cancelada porque um homem, que alegava ter bombas e uma arma, ameaçou acionar os explosivos no prédio da Unijorge (Foto: Alberto Maraux/Ascom SSP)

Uma nova data para o exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), em Salvador, será divulgada na próxima quarta-feira (27). A informação é da seccional da OAB/Bahia, que vai se reunir com integrantes do conselho federal e a Coordenação Nacional do Exame de Ordem, no Rio de Janeiro.

O Estatuto da OAB (Lei 8.906/94), em seu artigo 8º, estabelece os requisitos que para os formados em Direito (bacharéis) se inscreverem em seus quadros. Um desses requisitos é a aprovação no chamado Exame de Ordem, um teste aplicado três vezes por ano em todo o Brasil e que visa aferir a capacitação básica necessária ao exercício profissional da advocacia.

Durante a realização da prova, ontem (24), um homem, que alegava ter bombas e uma arma, ameaçou acionar os explosivos, no prédio da Unijorge, universidade particular, na avenida Paralela, em Salvador. Após quatro horas de negociação, ele se entregou à polícia, que não encontrou explosivos com o rapaz.

Com o ocorrido, a OAB suspendeu a realização do exame na capital baiana. Uma nova avaliação já estava prevista para novembro. O exame suspenso em Salvador, no entanto, será realizado antes disso, com a aplicação de uma prova a ser elaborada para o caso específico, segundo informações da OAB Bahia.

*Agência Brasil