Ofício do vaqueiro em exposição

Mostra reúne 78 peças do acervo do museu e 88 fotografias de coleções particulares. Foto: Acervo da Prefeitura Municipal de Tanquinho
Mostra reúne 78 peças do acervo do museu e 88 fotografias de coleções particulares. Foto: Acervo da Prefeitura Municipal de Tanquinho

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email
Mostra reúne 78 peças do acervo do museu e 88 fotografias de coleções particulares. Foto: Acervo da Prefeitura Municipal de Tanquinho
Mostra reúne 78 peças do acervo do museu e 88 fotografias de coleções particulares. Foto: Acervo da Prefeitura Municipal de Tanquinho

Celebração e resgate da memória de uma das figuras mais importantes da cultura sertaneja. Assim é a exposição “Festa de Vaqueiros”, que pode ser vista no Museu Casa do Sertão da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) até o dia 18 de setembro.

A mostra reúne 78 peças do acervo do museu e 88 fotografias de coleções particulares, oriundas dos municípios de Feira de Santana, Tanquinho, Candeal e Riachão do Jacuípe.

“A exposição permite conhecer aspectos da religiosidade e dos festejos em torno das comemorações ao Dia Nacional do Vaqueiro, celebrado em 20 de julho, além de discutir a importância do vaqueiro para a formação da identidade cultural da Bahia sertaneja. Com isso, busca-se ampliar conceitos em torno da diversidade cultural do semiárido baiano, bem como do processo de povoamento e colonização da região de Feira de Santana”, diz a assessoria do Casa do Sertão.

Os visitantes também poderão conhecer a arte de Vicente Paulo que apresenta elementos do mundo rural do distrito de Jaguara, local onde nasceu, com os animais da pecuária confeccionados em cerâmica e revestidos com resina epóxi.