Operação combate quadrilha que aplicava golpes em bancos na Bahia

Conforme a polícia, a organização criminosa opera desde 2006. Foto: blog.euvoupassar.com.br.
Conforme a polícia, a organização criminosa opera desde 2006. Foto: blog.euvoupassar.com.br.

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email
Conforme a polícia, a organização criminosa opera desde 2006. Foto: blog.euvoupassar.com.br.
   Conforme a polícia, a organização criminosa opera desde 2006. Foto: blog.euvoupassar.com.br.

A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta terça-feira (19) a Operação Ali Babá. A ação – que ocorre em Salvador, nos bairros da Pituba e Pernambués e na avenida ACM, e no interior da Bahia – tenta desarticular uma quadrilha responsável por aplicar golpes na Caixa Econômica Federal e em diversas outras instituições financeiras no estado.

São cumpridos 25 mandados de prisão – sendo 10 preventivas e 15 temporárias -, 28 mandados de busca e apreensão e quatro mandados de condução coercitiva. Os mandados envolvem as cidades de Salvador, Feira de Santana, Seabra, Palmeiras, Monte Santo, Presidente Tancredo Neves e Remanso.

Conforme a PF, a organização criminosa opera desde 2006 criando empresas em nome de “laranjas” para obter empréstimos em diversos bancos. Os valores nunca eram devolvidos às instituições financeiras.

Para criar as empresas, o grupo usava documentos falsos. A PF identificou 19 empresas envolvidas na ação, mas suspeita que esse número é ainda maior. Estima-se que o prejuízo é de mais de R$ 10 milhões, apenas no ano de 2013. Os detidos vão responder por formação de organização criminosa e estelionato.

Do site do jornal A Tarde.