Operadora é multada por cortar velocidade de internet

Esses US$ 100 milhões irá pesar nos cofres da companhia
 (Foto: Reprodução / tecnoblog)
Esses US$ 100 milhões irá pesar nos cofres da companhia (Foto: Reprodução / tecnoblog)

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email
Esses US$ 100 milhões irá pesar nos cofres da companhia  (Foto: Reprodução / tecnoblog)
Esses US$ 100 milhões irá pesar nos cofres da companhia
(Foto: Reprodução / tecnoblog)

O governo dos Estados Unidos decidiu multar a operadora de telefonia celular AT&T por reduzir a velocidade da internet móvel de seus clientes em um plano vendido como “ilimitado”. O valor vai pesar nos cofres da companhia: US$ 100 milhões. O comunicado divulgado pelo FCC, órgão regulador das comunicações no país, acusa a operadora de vender pacotes divulgados como ilimitados, mas podar o acesso depois de o consumidor passar dos 5 gigabytes consumidos ao mês. O corte de velocidade foi considerado “significativo”, segundo a entidade.
Presidente do FCC, Tom Wheeler afirma que provedores de serviços de banda larga precisam ser transparentes sobre seus serviços, e que a organização não aceitará campanhas publicitárias com informação suficiente. A agência diz que recebia reclamações sobre o assunto desde 2011. Por sua vez, a AT&T promete recorrer contra a decisão, alegando ser “um modo legítimo e razoável de tramitar os recursos da rede para o benefício dos clientes”.