PF deflagra operação para desarticular esquema criminoso de invasão ao sistema do TSE

Foto: Nelson Jr./ASICS/ TSE
Foto: Nelson Jr./ASICS/ TSE

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (25), a operação Eleitor Protegido, com o objetivo de desarticular esquema criminoso de invasão ao sistema do Tribunal Superior Eleitoral através do aplicativo e-Título, de uso dos cidadãos brasileiros.

Foram cumpridos seis mandados de busca e apreensão nas cidades de Belo Horizonte/MG, São Paulo/SP, São Miguel do Gostoso/RN e Maracanaú/CE.

Segundo a PF, os suspeitos foram responsáveis pela utilização ilícita do aplicativo E-Título para fins de inscrição eleitoral em nome de pessoas públicas.

O Tribunal Superior Eleitoral detectou o problema e identificou 158 registros de irregularidades realizadas por meio do aplicativo, de características diversas, que vão desde a emissão de título de eleitor até a inscrição como mesário voluntário, em nome das vítimas.

Os investigados devem responder pelo crime de invasão de dispositivo informático.

A investigação terá continuidade para esclarecer qual era a motivação e o objetivo dos investigados com a invasão dos sistemas do TSE.

Fonte: G1

Outras Notícias