Piritiba sedia 1° Encontro de Radialistas da região

Radialistas fizeram perguntas aos palestrantes. Foto: José Barreto Jr.
Radialistas fizeram perguntas aos palestrantes. Foto: José Barreto Jr.

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email
Radialistas fizeram perguntas aos palestrantes. Foto: José Barreto Jr.
Radialistas fizeram perguntas aos palestrantes. Foto: José Barreto Jr.

Cerca de 50 radilistas participaram do 1° Encontro de Radialistas de Piritiba e Região, realizado nesta quinta-feira (4) e sexta-feira (5). O primeiro dia do evento contou com palestras sobre assuntos como “Ética profissional e liberdade de expressão”, ministrada pelo coordenador do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Radiodifusão e de Publicidade da Bahia (Sinterp-Ba), Everaldo Monteiro.

No segundo dia, umas das palestras foi “O poder da mídia”, proferida pelo radialista e deputado estadual Carlos Geilson. Em sua palestra, o radialista lembrou o caso da Escola Base, ocorrido em São Paulo no ano de 1994, quando os donos e professores da instituição foram acusados por mães de alunos de abusarem sexualmente das crianças.

Na época, a imprensa nacional explorou o caso de forma sensacionalista e os acusados tiveram que fugir para não serem linchados pela população, que apedrejou a escola. O inquérito policial conclui que não havia ocorrido abuso sexual. “O comunicador entra na vida das pessoas, por isso temos que exercer a nossa profissão com responsabilidade. É necessário apurar os fatos antes de divulgá-los no rádio, um meio de comunicação que está cada vez mais rápido e dinâmico”, afirma Geilson.

O evento foi organizado pelo gerente da Rádio Diamantina FM de Piritiba, Gideão Soares, e abordou temas relacionados à comunicação, a exemplo da Lei nº 5.250/67 (Lei de Imprensa). Também participaram do encontro radialistas de cidades como Morro do Chapéu, Miguel Calmon, Baixa Grande e Capim Grosso.