Prefeito de Anguera faz balanço do primeiro semestre de mandato

mauro_vieira

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email

Mauro Vieira (PL), foi eleito prefeito de Anguera em 2020 com 61,19% dos votos, 4.521 votos no total. E hoje (23) fez a avaliação do primeiro semestre de mandato à frente do município, que fica há 33km de Feira de Santana.

Para os prefeitos de primeiro mandato eleitos no ano passado, o aprendizado da gestão pública e a aquisição dos traquejos necessários para lidar com a máquina burocrática têm ocorrido em meio aos inéditos desafios desencadeados pela crise da Covid-19. E Mauro obteve sucesso no combate à pandemia em Anguera.

“Minha avaliação é de que estamos conseguindo conter a circulação do vírus no Município. Tivemos apenas 2 óbitos. Não é bom que nós tenhamos vidas ceifadas, mas eu posso dizer que a nossa gestão à frente da pandemia é uma gestão de sucesso”, disse o prefeito. Por três semanas consecutivas, Anguera teve destaque como o município da Bahia com maior percentual de doses aplicadas para vacinação contra COVID-19. Lá a faixa etária para vacinação já está na marca dos 34 anos, e até ontem (22), tinha apenas 7 casos ativos.

“Eu acredito que a solução para erradicarmos a doença é a proteção, o cuidado com a vida de todos e principalmente, a vacinação. Por isso, investimos em organização, no cuidado com os anguerenses, para que logo, estejamos livres deste mal mundial”, elucidou Mauro Vieira.

Além disso, o prefeito ainda destaca a situação financeira do Município. “Esse ano foi extremamente positivo. Nós conseguimos recursos da ordem de 16 milhões para o município, que tem um nível de arrecadação muito baixa, fazendo com que os cofres públicos fiquem extremamente pobres e quase sem renda, praticamente a cidade sobrevive dos aposentados e da Prefeitura. Então nós conseguimos pelo FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação) quase 10 milhões de reais que vão revolucionar toda cultura educacional do município”, contou.

As articulações de Mauro também acabaram impulsionando o olhar de políticos para Anguera. “Nós conseguimos e estamos já colocando em prática um projeto para construção de um galpão para geração de quase 400 empregos diretos, no ramo de polos calçadistas. Sem contar as emendas que nós conseguimos com o ministro João Roma e o deputado Cláudio Cajado (PL) e nós vamos melhorar a infraestrutura do município, estrutura de pavimentação na sede do município e nos distritos”.

O prefeito finalizou ainda, afirmando que o mérito não é só dele. “Eu faço um balanço muito bom da nossa gestão, mas obviamente, sei que tudo isso que está acontecendo não depende só do Prefeito, mas sim de um quadro técnico eficiente que se compromete com a cidade. Os secretários, câmara de vereadores, todos que amam Anguera e me apoiam tem um dedo nisso tudo”, finalizou. (Ascom Anguera)