Prefeitura de Feira vai reunir com Ministério das Cidades para tratar do BRT

Prefeito José Ronaldo também falou sobre a nova frota de ônibus do município. Foto: José Barreto Jr.
Prefeito José Ronaldo também falou sobre a nova frota de ônibus do município. Foto: José Barreto Jr.

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email
Prefeito José Ronaldo também falou sobre a nova frota de ônibus do município. Foto: José Barreto Jr.
Prefeito José Ronaldo também falou sobre a nova frota de ônibus. Foto: José Barreto Jr.

Por solicitação do Ministério das Cidades, a Caixa Econômica Federal (CEF) suspendeu os repasses de recursos à prefeitura de Feira de Santana e que seriam investidos nas obras do BRT. A pasta federal alega que precisa de esclarecimentos sobre o projeto. Conforme o prefeito feirense, José Ronaldo de Carvalho, uma reunião entre os três segmentos está sendo providenciada.

“Pedi uma audiência entre os técnicos da prefeitura, da Caixa e do Ministério das Cidades, que deve ocorrer nos próximos dias, para esclarecer possíveis dúvidas. Tenho certeza de que o projeto está correto, mas se há erro nós temos o direito de corrigir. O BRT vai ser feito”, afirmou o chefe do executivo durante coletiva de imprensa, realizada na prefeitura municipal na tarde desta quinta-feira (1º).

O prefeito alegou que o esboço do sistema foi iniciado em 2012 e ficou pronto em março de 2014, com o acompanhamento da CEF. “O projeto finalizado ficou com a Caixa cerca de 6 meses para que ela pudesse avaliar. Após considerá-lo correto, a Caixa liberou a abertura da licitação para a obra. E isso tudo está documentado. Só em setembro último, estive com o ministro das Cidades, Gilberto Kassab, duas vezes em Brasília e ele nunca falou de dúvidas sobre o BRT. Até agora não recebi nenhuma correspondência da pasta federal dizendo que houve erro no projeto”, defende.

Novos ônibus

José Ronaldo disse ainda que 270 ônibus novos devem entrar em circulação até o mês de dezembro. “Os ônibus estão sendo produzidos, já passaram pela etapa de fabricação do chassi e já estão no setor de produção das carrocerias. Antes do Natal eles já estarão circulando”, afirma.

Os veículos vão integrar as frotas das empresas São João e Rosa, vencedoras do processo licitatório do transporte urbano e que estão operando em caráter emergencial desde o final do mês de agosto. Conforme o prefeito, os ônibus são modernos e terão recursos como câmera de segurança interna, GPS e sistemas de monitoramento, que vai permitir ao usuário saber qual o horário exato que o ônibus vai passar no ponto, e de redução no lançamento de poluentes no ar, além de serem equipados com elevadores para portadores de necessidades especiais.

Participaram da coletiva de imprensa diversos membros do governo municipal, a exemplo do secretário de Planejamento, Carlos Brito. Entres os representantes políticos estiveram presentes o deputado estadual Carlos Geilson e o líder do governo na Câmara Municipal, vereador José Carneiro.