Projeto obriga cartórios a ter serviço com hora marcada

Deputado Tom Araújo (DEM) 
Crédito: Arquivo/Agência-Alba
Deputado Tom Araújo (DEM) Crédito: Arquivo/Agência-Alba

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email

Quem nunca se irritou com a longa espera para realizar um serviço cartorial? Mas esse transtorno pode ter prazo contado para acabar. Isso porque o deputado Tom Araújo (DEM) apresentou projeto de lei na Assembleia Legislativa que determina a implantação de sistema de hora marcada, para dar mais eficiência aos serviços dos cartórios baianos.

“Obrigatoriamente todos os cartórios deverão agendar previamente, conforme o serviço solicitado pelo consumidor, através do site ou através do telefone, o dia, mês e ano para o seu atendimento, obedecendo todas as prioridades previstas em lei”, indica o deputado no projeto.

Deputado Tom Araújo (DEM)  Crédito: Arquivo/Agência-Alba
Deputado Tom Araújo (DEM)
Crédito: Arquivo/Agência-Alba

Para o deputado, o PL dá continuidade ao processo de modernização da gestão pública, oferecendo ao cidadão mais comodidade e ao Estado menores custos operacionais, através de novas tecnologias, além de beneficiar o cidadão com a economia de tempo e esforço para obter informações e realizar serviços públicos. “A demanda do atendimento concentrada no horário matutino, resultado de hábitos culturais e ainda do receio do cidadão de não conseguir o atendimento desejado no decorrer do dia, leva ao excesso de filas e a insatisfação do cidadão”, disse Tom Araújo.

Segundo o parlamentar democrata, a realidade na Bahia hoje é de grandes filas que se formam madrugada adentro, disputa acirrada pelas senhas, reclamações frequentes e até mesmo o aparecimento de vários intermediários, que prometem resolver situações com o “jeitinho brasileiro”. “Na Bahia, por exemplo, uma certidão de nascimento pode demorar até 100 dias para ser fornecida”, completou Tom Araújo.