Pronatec perde mais da metade das vagas

PRONATEC

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email
Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil
Ministro da Educação, Renato Ribeiro (Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil)

O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) oferecerá mais de 1 milhão de vagas este ano, segundo o ministro da Educação,Renato Janine Ribeiro , com redução de aproximadamente 60% em relação a 2014, quando foram oferecidas mais de 2,5 milhões de vagas.

O programa é um dos que sofre com o corte de R$ 9,423 bilhões do Ministério da Educação (MEC). A pasta foi a terceira com maior corte no Orçamento da União deste ano. O Pronatec foi criado em 2011 para expandir a oferta de cursos de educação profissional e tecnológica no país.

Outro programa que teve mudanças este ano é o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). O MEC adotou regras mais rígidas tanto para os estudantes que querem financiamento quanto para as instituições privadas que fazem parte do Fies, além de limitar os financiamentos concedidos.

Na segunda-feira (8), o ministro anunciou que haverá uma segunda edição este ano, e confirmou nesta quarta-feira (11) que novas condições estão sendo analisadas, como a taxa de juros, a renda familiar máxima exigida aos estudantes e a possibilidade da seleção ser feita pela nota do aluno no Exame Nacional do Ensino Médio.

*As informações são da Agência Brasil

Foto de capa: www.pronetc2014.com.br