PT rejeita proposta de mudança na política econômica

Foto: Reprodução/Brumado Acontece
Foto: Reprodução/Brumado Acontece

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email

Durante a reunião de encerramento do 5º Congresso Nacional do partido, em Salvador, neste sábado (13), o PT rejeitou a proposta para mudar a estratégia econômica do governo da presidente Dilma Rousseff. A proposta foi apresentada por integrantes da legenda e colocada em votação no plenário. Todas as deliberações aprovadas no congresso vão constar no documento final do encontro, chamado Carta de Salvador.

Durante o congresso, o PT também decidiu manter aliança política com PMDB. Por maioria de votos, os delegados do partido encaminharam ao Diretório Nacional a deliberação final sobre as formas de financiamento da legenda. No entanto, prevalece a decisão anterior da cúpula da legenda de não aceitar mais doações financeiras de empresas.

As emendas que criticavam o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, e propunham a volta da cobrança da CPMF, conhecido como imposto do cheque, foram rejeitadas pela maioria. No discurso de encerramento do congresso, o presidente do PT, Rui Falcão, defendeu o apoio dos militantes ao governo da presidente Dilma Rousseff.

*Com informações da Agência Brasil