Quatro atrações da Chapada Diamantina são interditadas

Incêndios florestais que podem representar perigo para as pessoas. Foto: Alex Sander Pinto/Cidadão Repórter/A Tarde.

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email
Incêndios florestais que podem representar perigo para as pessoas. Foto: Alex Sander Pinto/Cidadão Repórter/A Tarde.
Incêndios florestais podem representar perigo para as pessoas. Foto: Alex Sander Pinto/Cidadão Repórter/A Tarde.

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) emitiu uma nota pública nesta terça-feira (8) alertando para uma nova interdição das trilhas que dão acesso à cachoeira da Fumaça, no município de Palmeiras, bem como a suspensão das visitas às cachoeiras Véu de Noiva e Fumacinha, em Ibicoara, e da gruta do Lapão, em Lençóis.

Nos quatro atrativos, localizados na área do Parque Nacional da Chapada Diamantina (PNCD), estão ocorrendo incêndios florestais que podem representar perigo para as pessoas. Nas redondezas da cachoeira da Fumaça, no Vale do Capão, o fogo começou dia 2 de dezembro.

O local já tinha sido interditado nos primeiros dias do mês e estava liberado para os turistas desde segunda-feira (7). Já os focos em Ibicoara e Lençóis, foram provocados por raios no último final de semana e, enquanto persistirem as chamas, a visita não é recomendada.

Conforme a nota, todos os focos estão sendo combatidos com trabalho de parceria entre bombeiros militares e brigadistas do ICMBio, além de diversas brigadas de voluntários, formada por moradores das regiões atingidas, com apoio logístico, notadamente o aéreo, por parte do governo estadual. Entretanto, o ICMBio destaca que “o PNCD possui dezenas de trilhas, cachoeiras e outros atrativos naturais que continuam recebendo visitantes normalmente. Quem tem intenção de viajar para a região não precisa mudar o planejamento”, finaliza o comunicado.

Com informações do site do jornal A Tarde.