Réveillon Salvador 2017 deve superar 90% de ocupação de leitos na cidade

O anúncio ocorreu durante coletiva, com o prefeito ACM Neto, no Palácio Thomé de Souza, no Centro Histórico de Salvador.  (Foto: Luana Almeida | Ag. A TARDE)
O anúncio ocorreu durante coletiva, com o prefeito ACM Neto, no Palácio Thomé de Souza, no Centro Histórico de Salvador. (Foto: Luana Almeida | Ag. A TARDE)

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email

A antecipação do anúncio das atrações do Réveillon Salvador 2017, feita no mês passado pela Prefeitura, favoreceu estratégias de atração de turistas para a capital baiana no período entre o Natal e a primeira semana do ano, segundo representantes do trade turístico na capital baiana. A expectativa é de que a capital baiana registre, no mínimo, os mesmos índices do ano passado, quando foi registrada a taxa de 94,5% de ocupação dos leitos de hoteis, albergues e pousadas da capital baiana.

“O segmento de turismo também necessita de um tempo para se programar antes desses períodos festivos, e a Prefeitura foi bastante sensível ao antecipar novamente os preparativos da virada do ano, e dessa vez com um intervalo ainda maior. Além do mais, a cidade foi toda remodelada, gerando mais uma série de atrativos para atrair os visitantes”, ressalta Luiz Augusto Leão, presidente do Conselho Baiano de Turismo (CBTur) e do Sindicato das Empresas de Turismo da Bahia (Sindetur).

“Hoje temos plena confiança de que vamos voltar a bater a casa de 85%, isso se não for um número superior, de ocupação no hotel, entre o Natal e a primeira semana do ano novo. Estamos trabalhando em cima da programação da Prefeitura para que nossa própria programação atue de forma complementar e os visitantes possam aproveitar nossas atrações culturais e gastronômicas, ao mesmo tempo em que desfrutam dos festejos organizados pelo município”, conta Marcelo Moura, gerente de Operações do Sheraton Hotel da Bahia.

De acordo com o presidente da Federação Baiana de Hospedagem de Alimentação (Fehba), Silvio Pessoa, também vice-presidente do sindicato da categoria, a visão estratégica da Prefeitura na área de promoção turística vem garantindo a presença maciça de visitantes nas principais festas da cidade. “Isso, é claro, favorece todo o trade, lotando hotéis e fortalecendo o comércio cultural e gastronômico da capital, mesmo em um momento de forte retração econômica no país”, pontuou. Ele continua que, dentre os fatores essenciais para que a capital baiana tenha voltado a despontar como um dos mais fortes destinos turísticos do Brasil, está o investimento em infraestrutura, o comprometimento de todos que trabalham nos setores receptivos e as campanhas publicitárias utilizadas para reforçar o destino Salvador e levantar a autoestima do soteropolitano. “Salvador, mais que qualquer outra cidade do país, possui uma vasta oferta de atrações culturais, artísticas e gastronômicas para estes visitantes”, afirma.

“Historicamente, os empresários do trade turístico trabalham com certa antecedência a montagem e venda de pacotes, que só começam a ter algum crescimento nas vendas a partir de novembro. Ainda assim, a previsão para este ano é bastante otimista, tudo graças a essa antecipação das ações promocionais. A intenção é manter o turista na cidade, que passou a oferecer diversas atrações como a orla marítima requalificada e a reforma e criação de espaços culturais, a exemplo da Casa do Rio Vermelho e os fortes de São Diogo e de Santa Maria”, arremata o secretário de Cultura e Turismo (Secult) do município, Érico Mendonça.