Rodoviária se prepara para o segundo período mais movimentado do ano

Foto: Deise Campos
Foto: Deise Campos

O  São João é considerado o segundo período mais movimentado do ano, perdendo apenas para as festividades de Natal e Ano Novo. A tradição de celebrar o São João nas cidades com festas tradicionais faz com que a rodoviária comece a observar um aumento no fluxo de passageiros a partir da segunda-feira que antecede o feriado, com o pico de movimento esperado para a tarde de sexta-feira e o sábado.

Neste sentido a Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia, em conjunto com as empresas de transporte e as autoridades, tem a função de oferecer um serviço de qualidade e seguro para os passageiros. As melhorias na infraestrutura da rodoviária, a fiscalização rigorosa e a adição de horários extras são medidas que visam proporcionar uma experiência tranquila e segura para todos os viajantes.

Para atender à alta demanda do período junino, são adicionados horários extraordinários. As empresas de transporte são autorizadas a alocar veículos adicionais, incluindo aqueles de outros estados onde o São João não é tão celebrado, reforçando a frota disponível e garantindo mais horários de viagem para os usuários.

Foto: Carlos Valadares

De acordo com o coordenador da Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba), unidade de Feira de Santana, Paulo Andrade, este ano, a expectativa é de que aproximadamente 3.200 passageiros utilizem a rodoviária diariamente. “Em dias de pico, esse número pode chegar a 4.000 ou até 4.100 passageiros. Esse aumento representa cerca de 10% a mais em comparação com o ano anterior, baseado nos dados históricos e no crescimento observado nos meses anteriores”, informou.

Em relação aos destinos mais procurador Paulo André, pontuou que estão cidades conhecidas por suas festas tradicionais de São João, como Amargosa, Cruz das Almas, Santo Antônio de Jesus, Senhor do Bonfim, Irecê, Jequié, Piritiba e diversas outras cidades da Chapada Diamantina. “Além disso, cidades mais próximas de Feira de Santana, como Conceição do Jacuípe, Coração de Maria e Irará, também atraem muitos passageiros”, destacou.

Foto: Carlos Valadares

Com o aumento do uso de aplicativos e o crescimento do transporte irregular, o coordenador da AGERBA reforça a importância de optar pelo transporte regulado. Veículos e motoristas regulados passam por vistorias e treinamentos periódicos, garantindo a segurança e a qualidade do serviço. “A fiscalização contínua pela AGERBA e a cooperação com as polícias rodoviárias federal e estadual buscam combater o transporte irregular e assegurar os direitos dos passageiros”, pontuou.

Com informações: Deise Campos

Por: Mayara Silva

Outras Notícias