Rui Costa demite policial que matou motociclista

Cleber Silva, que responde a processo criminal na 1ª Vara do Tribunal do Júri, indiciado por homicídio doloso. Foto: Divulgação/SSP-BA.

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email
Cleber Silva, que responde a processo criminal na 1ª Vara do Tribunal do Júri, indiciado por homicídio doloso. Foto: Divulgação/SSP-BA.
Cleber Silva foi indiciado por homicídio doloso. Foto: Divulgação/SSP-BA.

O governador da Bahia, Rui Costa, determinou a demissão do investigador de Polícia Civil, Cleber de Oliveira Silva, autor do assassinato do motociclista Sílvio Ricardo Andrade Silva, de 41 anos, após uma discussão de trânsito, no dia 19 de outubro de 2012, nas proximidades da Estação Rodoviária de Salvador. A decisão foi publicada na edição desta quarta-feira (18), do Diário Oficial do Estado.

Cleber Silva, que responde a processo criminal na 1ª Vara do Tribunal do Júri, indiciado por homicídio doloso, aguarda o julgamento em liberdade, por determinação judicial. Na época do crime, o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa, determinou que fossem realizados o indiciamento criminal do policial e a abertura do Processo Administrativo Disciplinar (PAD), coordenado pela Corregedoria Geral da instituição.

As investigações apontaram para a autoria do policial por meio de um software de balística, o Ibis. O exame, disse Barbosa à época do homicídio, teria identificado que os projéteis que mataram Sílvio Ricardo teriam sido disparados da arma de Cleber Silva. Sílvio foi morto quando, ao conduzir uma moto Suzuki (NZE-9156), esbarrou no retrovisor do carro do policial, perto da Madeireira Brotas. Eles discutiram e o policial atirou.

Com informações do site do jornal A Tarde.