Salvador vacina contra poliomielite em pré-campanha

2

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email

As vacinações contra a poliomielite (paralisia infantil) e de Multivacinação já estão disponíveis em Salvador. Pais ou responsáveis devem procurar uma unidade de atenção básica, das 8h às 17h, para imunizar crianças menores de cinco anos. É necessário levar a caderneta de vacinação. A pré-campanha começou na segunda-feira (10) e as campanhas nacional e estadual iniciam no sábado (15).

A meta contra a pólio é vacinar 95% das crianças com idades entre seis meses e menores de cinco anos, número que corresponde a aproximadamente 146.305 meninos e meninas. No sábado vai ser realizado o ‘Dia D’ de combate à poliomielite, quando 350 postos de vacinação, entre fixos e volantes, estarão espalhados por Salvador.

Durante a estratégia contra a paralisia infantil, a criança pode participar também da campanha de Multivacinação, momento para atualizar caderneta de vacinas. Serão garantidas doses contra BCG, Tríplice Viral, hepatites A e B, Tetraviral, Pentavalente, Rotavírus, PNC 10V, febre amarela e meningite C. Cerca de 163 mil crianças com idade entre 0 e 5 anos incompletos devem participar da campanha de Multivacinação.

A paralisia infantil é provocada por um vírus que atinge o sistema nervoso e pode levar à paralisia irreversível dos membros. Este é o 36º ano da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e o 26º ano que o Brasil está livre da doença.

Campanha no estado

No sábado (15) começa a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e de Multivacinação, que vai até 31 de agosto. A meta da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) é vacinar, nos 417 municípios baianos, 955.417 crianças com idades entre seis meses e cinco anos.

Em nota, a Sesab informou que a determinação do Ministério da Saúde é que o mínimo de 95% da população alvo, ou seja, 907.698 crianças, deve ser imunizadas. As vacinas que fazem parte do calendário nacional da criança estarão disponíveis nos centros e postos municipais.

Para a Multivacinação, a Sesab informa que essa iniciativa deve atualizar o esquema vacinal, de acordo com o calendário básico de vacinação na caderneta de saúde das crianças menores de cinco anos. Não há meta pré-estabelecida de crianças a serem vacinadas e de cobertura vacinal a ser alcançada na estratégia de Multivacinação.

Com informações do G1.

Foto de capa extraída do site Agricolândia News.