Samu ganha dez ambulâncias para pacientes especiais

Veículos ^tem capacidade para realizar cobertura regional. Foto: Manu Dias/GovBA.

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email
Veículos ^tem capacidade para realizar cobertura regional. Foto: Manu Dias/GovBA.
Veículos têm capacidade para realizar cobertura regional. Foto: Manu Dias/GovBA.

Dez ambulâncias avançadas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192), com capacidade para transportar pacientes com necessidades mais complexas, foram entregues, pelo estado, em cerimônia com a presença do governador Rui Costa, nesta quarta-feira (16). A entrega para as prefeituras de dez municípios baianos foi realizada no pátio da Secretaria da Saúde (Sesab).

Os novos equipamentos, com capacidade para realizar cobertura regional, irão para Eunápolis, Guanambi, Ilhéus, Itabuna, Paulo Afonso, Santo Antônio de Jesus, Senhor do Bonfim, Vitória da Conquista, Lauro de Freitas e Itapetinga. A capacidade de atendimento das ambulâncias vai permitir cobertura em um número maior de municípios, conforme seja a solicitação. Cada ambulância vai contar com um médico, um enfermeiro, um técnico de enfermagem e um condutor socorrista.

O governador Rui Costa informou que, atualmente, 269 cidades são atendidas pelo Samu na Bahia. “Nós temos uma cobertura de 80% da população e vamos ampliar essa oferta de serviço. Nossa ideia é que os consórcios municipais de saúde também possam fazer a gestão do Samu regional e com isso nós vamos aumentar a capilaridade e a eficiência do serviço, ao mesmo tempo em que reduzimos o custo de operação”, afirma Costa.

Investimento

Com o investimento de aproximadamente R$ 1,5 milhão, os veículos substituem as ambulâncias que já ultrapassaram o prazo de três anos de uso ou com quilometragem mínima de 300 mil quilômetros. Conforme Rui Costa, outras 300 ambulâncias, que não são do Samu, estão sendo compradas e serão entregues aos municípios para melhorar o atendimento às pessoas. “Nós queremos, em breve, que essas ambulâncias tenham utilização regional, acabando com o fluxo de passageiros para Salvador, uma vez que os pacientes serão atendidos nas próprias regiões”, declara Rui Costa.

Para o secretário da Saúde de Ilhéus, José Antônio Ocké, que recebeu o equipamento, o Samu “é imprescindível” para qualquer comunidade. “O serviço de Ilhéus, que tem 180 mil habitantes, é regional, atendendo a diversos municípios, desde Valença. Então, será uma grande população assistida e nós temos certeza de que a demanda vai ser atendida”, frisa o secretário.

Com informações do G1.