Servidores do INSS aceitam proposta do governo e suspendem greve

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email
(Foto: Reprodução)
A reposição dos trabalhos que deixaram de ser feitos durante a paralisação será feita na jornada normal dos servidores. (Foto: Reprodução)

A suspensão da greve dos servidores da Previdência Social foi aprovada, na noite de ontem (25), pelo comando nacional de greve da categoria, que já durava 78 dias. Segundo o Sindsprev/RJ, as associações de cada estado farão assembleias ainda hoje e a tendência é que todas sigam o indicativo do comando nacional. O retorno ao trabalho deve ser já na próxima segunda-feira (28). Os funcionários aceitaram a proposta de reajuste de 10,8%, sendo a primeira parcela de 5,5%, em 1º de agosto de 2016, e a segunda de 5%, em 1º de janeiro de 2017. O acordo com o governo prevê a devolução dos valores descontados dos servidores durante a greve. A reposição dos trabalhos que deixaram de ser feitos durante a paralisação será feita na jornada normal dos servidores. A primeira proposta apresentada pelo governo impunha a reposição fora do horário normal e com jornada estendida.