Servidores do Judiciário protestam por reajuste salarial

Servidores rejeitam reajuste de 21,3% em parcelas anuais. Foto: Leitot/Via WhatsApp.

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email
Servidores rejeitam reajuste de 21,3% em parcelas anuais. Foto: Leitot/Via WhatsApp.
Servidores rejeitam reajuste de 21,3% em parcelas anuais. Foto: Leitor/Via WhatsApp.

As perdas salariais que se arrastam há mais de nove anos foi o motivo do protesto dos servidores do Poder Judiciário Federal na Bahia. Na manhã desta segunda-feira (29/6), os funcionários protestaram em frente ao Shopping da Bahia. Os servidores dos tribunais regionais do Trabalho, Eleitoral, da Justiça Federal e Militar na Bahia, estão em greve desde o último dia 16, reivindicando o reajuste salarial.  A proposta apresentada para os servidores do Judiciário foi de um reajuste de 21,3%, dividido em quatro parcelas anuais, entre 2016 e 2019. Os servidores baianos rejeitaram a proposta. Esse ato faz parte de uma ação nacional prevista para esta segunda, a fim de pressionar o Congresso a votar o Projeto de Lei Complementar (PLC) 28/2015, que tramita no Senado, que trata sobre o reajuste da categoria.