Servidores e alunos de universidades baianas fazem protesto

Servidores e alunos em protesto na manhã desta quarta-feira(20), na Avenida ACM, em Salvador (Foto: Juliana Almirante/G1)
Servidores e alunos em protesto na manhã desta quarta-feira(20), na Avenida ACM, em Salvador (Foto: Juliana Almirante/G1)

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email
Servidores e alunos em protesto na manhã desta quarta-feira(20), na Avenida ACM, em Salvador (Foto: Juliana Almirante/G1)
Servidores e alunos em protesto na manhã desta quarta-feira (20), na Avenida ACM, em Salvador (Foto: Juliana Almirante/G1)

Com representantes da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), de Feira de Santana (Uefs), do Sudoeste da Bahia (Uesb) e Santa Cruz (Uesc), professores, estudantes e servidores técnicos fizeram um protesto na manhã de hoje (20), na Avenida ACM, em Salvador.

Conforme publicado no G1, os organizadores afirmaram que o ato público é um protesto “pela sobrevivência das Universidades Estaduais Baianas (Ueba), pelo pagamento do reajuste linear aos quase 270 mil servidores estaduais e contra a política de retirada de direitos do funcionalismo público”.

As universidades e escolas estaduais da Bahia suspenderam as atividades nesta quarta-feira.