Tarifa de ônibus de Salvador terá aumento em 2016

1

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email

O valor da tarifa de ônibus em Salvador será de, aproximadamente, R$ 3,30 a partir do primeiro dia de 2016 se a projeção que o mercado financeiro tem para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) deste ano se confirmar. O cálculo, feito pela equipe de A TARDE, leva em consideração a última previsão para o índice, divulgada pelo Banco Central no boletim Focus. Conforme a publicação, o IPCA, que mede a inflação no Brasil, deverá atingir, em 2015, 9,32%.

O contrato assinado pela prefeitura da capital baiana com os consórcios que operam o sistema de ônibus estabeleceu, no ano passado, que o indicador será utilizado como base para reajuste de tarifas até 2016. A partir de 2017, o reajuste do valor da passagem de ônibus vai ser realizado a partir de um cálculo de planilha, que levará em conta custos de insumos como diesel, pneus, peças e outros itens adquiridos pelos empresários para operar as linhas.

Mudanças

O titular da Secretaria de Mobilidade de Salvador (Semob), Fábio Mota, rejeita reclamações quanto ao preço da tarifa dos ônibus soteropolitanos. Conforme ele, o valor “é o menor entre as principais capitais do país” e “o melhor custo-benefício entre todas as cidades”.

Mota defende que alterações recém-promovidas no sistema – como a substituição de parte da frota e a implantação de linhas nas madrugadas – compensam o preço pago pelos soteropolitanos nos ônibus. O secretário afirma que o reajuste em 2016 seria maior do que o previsto caso o cálculo descrito no contrato de concessão do sistema começasse a ser usado no final deste ano.

“Todos esses insumos que vão servir de base para o reajuste em 2017 tiveram preço reajustado várias vezes, então o ajuste da tarifa pelo IPCA vai ficar barato”, acredita Mota. Ele também antecipou que estudos realizados para aperfeiçoar as linhas de ônibus e reestruturar o sistema serão entregues à secretaria ainda este ano pela empresa de consultoria contratada para executar o serviço. Depois, a equipe do órgão vai avaliar os resultados e traçará diretrizes de ações.

Com informações do site do jornal A Tarde.

Foto de capa: Francisco Galvão.