Teste de vacina contra o câncer é feito em humano pela 1ª vez

vacinacao_covid-19_vacina_fcpzzb_abr19062101582

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email

A vacina contra o câncer foi injetada em um paciente humano pela primeira vez na história, segundo anunciaram pesquisadores do centro de pesquisa e tratamento do câncer City of Hope, nos Estados Unidos, e da empresa de biotecnologia Imugene, na Austrália.

O imunizante é chamado CF33-hNIS e foi geneticamente modificado para atacar as células cancerígenas, mas poupando as saudáveis.

Ao entrar nas células, o vírus deve se replicar, explodir e liberar milhares de partículas virais que atuam como antígenos. Elas devem estimular o sistema imunológico a atacar as células cancerígenas. Testes já haviam sido realizados em animais. “Acreditamos que o CF33-hNIS tem o potencial de melhorar os resultados para nossos pacientes”, avalia Daneng Li, oncologista e pesquisador-chefe da City of Hope.

Caso resultados sejam positivos, novos testes deverão ser realizados com 100 voluntários adultos com tumores sólidos avançados ou metastáticos e que tenham sido submetidos a ao menos duas linhas de tratamento padrão.