Trabalhadores da EBDA programam manifestação de protesto contra Rui Costa

Eles reclamam que o governador demitiu 840 funcionários com o propósito de extinguir a EBDA (Foto: Reprodução)
Eles reclamam que o governador demitiu 840 funcionários com o propósito de extinguir a EBDA (Foto: Reprodução)

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email
Eles reclamam que o governador demitiu 840 funcionários com o propósito de extinguir a EBDA (Foto: Reprodução)
Eles reclamam que o governador demitiu 840 funcionários com o propósito de extinguir a EBDA (Foto: Reprodução)

Uma manifestação de protesto entre os funcionários da Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA) de Feira de Santana e região, juntamente com seus familiares, será realizada na próxima segunda-feira (28), a partir das 8h, contra o Governo do Estado. Eles reclamam que o governador Rui Costa (PT) demitiu 840 pais e mães de família sem negociação e diálogo, com o propósito de extinguir a EBDA e entregar o trabalho desenvolvido pelo órgão a ONGs e organizações sociais sem concurso público e com salários reduzidos.

De acordo com o A Voz da Política, o Sindicato dos Trabalhadores Públicos da área Agrícola (Sintagri) informou que o Governo pretende desocupar as salas dos técnicos da gerência regional de Feira, com a desculpa de reforma do prédio. Ainda de acordo com o sindicato, o governador está demitindo funcionários concursados, técnicos, engenheiros e veterinários, entre outros, com mais de vinte anos de experiência em pesquisas e vai colocar no lugar pessoas sem titulação ou experiência. Foto:Bahia na Política.