Trabalhadores do setor hoteleiro protestam contra demissões em Salvador

Hotel Pestana afirma que medida é temporária e comum em períodos de menor ocupação. Foto: Divulgação/Sindhotéis.
Hotel Pestana afirma que medida é temporária e comum em períodos de menor ocupação. Foto: Divulgação/Sindhotéis.

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email
Hotel Pestana afirma que medida é temporária e comum em períodos de menor ocupação. Foto: Divulgação/Sindhotéis.
         Hotel Pestana afirma que medida é temporária e comum em períodos de menor ocupação. Foto: Divulgação/Sindhotéis.

Trabalhadores de hotelaria protestaram em frente ao Hotel Pestana, no bairro do Rio Vermelho, em Salvador, nesta terça-feira (13), contra as 130 demissões realizadas pela empresa. Conforme o Sindicato dos Trabalhadores em Hotéis, Bares, Restaurantes e similares de Salvador e região (Sindhotéis) ao G1, cerca de 30 pessoas participaram da manifestação iniciada às 6h.

O presidente do Sindihotéis, José Ramos, disse que a direção do Hotel Pestana não chegou a negociar a possibilidade de readmissão dos trabalhadores. O sindicalista denunciou, na semana passada, que mais de 130 funcionários com mais de um ano vinculados ao empreendimento foram demitidos entre os meses de janeiro e setembro deste ano.

O Hotel Pestana fechou nove dos 22 andares na unidade do Rio Vermelho, conforme a assessoria da empresa. O empreendimento informou que a medida é temporária e comum em períodos de menor ocupação, por questões de eficiência operacional e até poupança energética, mas também apontou a “realidade econômica atual” como causa. A assessoria não informou desde quando os andares foram fechados, nem até quando ocorrerá o bloqueio.

Com informações do G1.