Traficante oferece suborno de R$ 80 mil ao ser preso

Com eles, foram apreendidos R$ 25 mil em dinheiro, uma pistola 380, munições, maconha prensada, balança de precisão e embalagens para acondicionar drogas. Foto: Divulgação/Polícia Civil
Com eles, foram apreendidos R$ 25 mil em dinheiro, uma pistola 380, munições, maconha prensada, balança de precisão e embalagens para acondicionar drogas. Foto: Divulgação/Polícia Civil

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email
Com eles, foram apreendidos R$ 25 mil em dinheiro, uma pistola 380, munições, maconha prensada, balança de precisão e embalagens para acondicionar drogas. Foto: Divulgação/Polícia Civil
Com eles, foram apreendidos R$ 25 mil em dinheiro, uma pistola 380, munições, maconha prensada, balança de precisão e embalagens para acondicionar drogas. Foto: Divulgação/Polícia Civil

Djalma dos Santos, 35 anos, um dos chefes do tráfico de drogas do Bairro da Paz, em Salvador, foi preso na quarta-feira (7) e tentou subornar os policiais oferecendo R$ 80 mil.

A prisão foi cumprida por equipes da 15ª Companhia Independente da PM (CIPM) e do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), na localidade de Areal, na Rua Tancredo Neves. O suspeito seria o responsável pela morte de uma criança chamada Caíque Brito de Jesus.

Além de Djalma, também foi preso um de seus comparsas conhecido como “Galego” ou “Veio”. Com eles, foram apreendidos R$ 25 mil em dinheiro, uma pistola 380, munições, maconha prensada, balança de precisão e embalagens para acondicionar drogas.

Conforme informações da polícia, o suspeito teria envolvimento na chacina do Bairro da Paz, ocorrida no mês de setembro de 2007. Ele também é apontado como responsável pelas mortes de Jenilson Silva de Jesus e Balbino Ferreira dos Santos ocorridos em janeiro de 2014, no Bairro da Paz. Todos os crimes têm relação com o tráfico de drogas segundo a polícia.

*Com informações do G1