Verba da educação é desviada para compra de 184 cabeças de gado

Operação da PF mira empresário próximo a Lula. (Foto: Reprodução/Deutsche Welle)
Operação da PF mira empresário próximo a Lula. (Foto: Reprodução/Deutsche Welle)

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email

Ao menos 184 cabeças de gado foram compradas com dinheiro desviado dos cofres da Prefeitura de Mirangaba, no Centro-Norte baiano. De acordo com a Polícia Federal, Dirceu Mendes Ribeiro (PDT), prefeito do município, é o principal suspeito de desviar o dinheiro destinado para a educação.

“Ele (o prefeito) adquiria gados em nome de terceiros e colocava para pastar em fazendas também de terceiros. Era ele, no entanto, que pagava impostos dessas propriedades”, disse a Luciana Matutino Caires, chefe da Delegacia de Repressão à Corrupção e Crimes Financeiros (Delecor).

Agentes da PF encontraram comprovantes, em nome de terceiros, da posse de 184 cabeças de gado e 14 fazendas na casa de Dirceu. Ainda de acordo com a polícia, ainda não se sabe o valor de todos os animais, mas ao menos dez deles foram comprados por R$ 125 mil.

A ação fez parte da Operação Misore, que investiga como os envolvidos no desvio lavavam o dinheiro. Embora a polícia já tenha confirmado um desvio de ao menos R$ 300 mil, esse valor pode chegar a R$ 800 mil.

Também foi apreendido um cofre na casa do prefeito Dirceu. Ao todo, a polícia cumpriu 17 mandados de busca e apreensão em Mirangaba e Campo Formoso.