Sabrina Sato é coroada como rainha de bateria da Gaviões da Fiel em ensaio da escola de samba (Foto: Reprodução / Instagram)

Sabrina Sato está oficialmente de volta ao Carnaval! Há 9 anos como rainha de bateria da Unidos de Vila Isabel, no Rio de Janeiro, a apresentadora da Record TV está estreando com o posto pela Gaviões da Fiel de São Paulo, escola pela qual desfila na Avenida há 15 anos.

Na noite desta sexta-feira (18), a japonesa surgiu com look poderoso em evento da marca de cosméticos Eudora e, mais tarde, foi coroada como rainha da agremiação ao cair no samba durante ensaio realizado no Bom Retiro.

Ao chegar no evento, Sabrina surpreendeu aos fotógrafos ao chegar usando uma capa longa com capuz prateada e repleta de brilho. Se desfazendo da produção, ela deixou parte do corpo à mostra com body decotado e meia-calça arrastão. Para completar, a mãe da pequena Zoe, apostou em óculos com pegada retrô, uma das polêmicas fashion aderidas pelas famosas em 2018.

“Muita emoção nesse dia tão lindo. A minha volta não poderia ter sido mais emocionante. O grande encontro das minhas duas escolas de samba. Obrigada, Gaviões Da Fiel e Unidos de Vila Isabel por tanto amor. Foi histórico”, declarou.

A polícia disse que os animais estavam presos em quatro gaiolas sujas, com fezes e um dos pássaros já estava morto. (Foto: Reprodução)

Um homem de 48 anos foi flagrado transportando 28 aves silvestres em um caminhão de carga no km 931 da BR-116, trecho da cidade de Encruzilhada, no sudoeste da Bahia. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o flagrante ocorreu durante abordagem policial no final da tarde de ontem (18). A polícia disse que os animais estavam presos em quatro gaiolas sujas, com fezes e um dos pássaros já estava morto.

A PRF ainda informou que os animais são das espécies popularmente conhecidas por cardeal, sofrê, pássaro preto e papa-capim.

Questionado, o motorista de 48 anos informou que comprou os pássaros silvestres na área externa de um posto de combustível na cidade de Feira de Santana por R$ 300. O motorista foi ouvido e liberado. Ele não apresentou a documentação exigida por órgãos ambientais para a criação dos animais e responderá na Justiça com base na Lei Ambiental 9.605/1998.

As aves foram encaminhadas ao Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS) em Vitória da Conquista, também no sudoeste da Bahia e quando estiverem aptas, serão devolvidas ao habitat natural.

A 12 dias da eleição, o Senado pode registrar número recorde de candidatos a presidente da Casa desde a redemocratização. A eleição para a presidência do Senado está marcada para 1º de fevereiro, mesmo dia em que os eleitos em outubro tomarão posse. Entre pré-candidatos declarados e cotados para o comando do Senado, oito são cogitados para a disputa da eleição deste ano: Alvaro Dias (Pode-PR) – quarto mandato; Ângelo Coronel (PSD-BA) – eleito em outubro pela primeira vez; Davi Alcolumbre (DEM-AP) – está na metade do mandato de oito anos; Esperidião Amin (PP-SC) – eleito em outubro, volta ao Senado; Major Olímpio (PSL-SP) – eleito em outubro pela primeira vez; Renan Calheiros (MDB-AL) – quarto mandato; Simone Tebet (MDB-MS) – está na metade do mandato de oito anos e Tasso Jereissati (PSDB-CE) – segundo mandato.

Caso as intenções se convertam em candidaturas, a eleição de 2019 será a recordista em número de concorrentes desde a redemocratização. Desde 1985 – quando se encerrou a ditadura militar – a eleição para a presidência do Senado que mais registrou candidatos foi a de 2001, disputada por três parlamentares: Jader Barbalho (MDB-PA) e os ex-senadores Arlindo Porto (PTB-MG) e Jefferson Peres (PDT-AM). Na ocasião, Jader saiu vitorioso.

Dono da maior bancada do Senado na próxima legislatura – com 12 senadores –, o MDB reivindica o direito de comandar mais uma vez a Casa. A princípio, a sigla pode ter dois candidatos na corrida pela presidência do Senado.
Desde 2007, o MDB preside o Senado. Naquele ano, o partido deixou a presidência da Casa, que vinha desde 2001, após Renan Calheiros renunciar ao cargo após denúncia de que recebia mesada de uma empreiteira para pagar a pensão de uma filha. Ele foi absolvido desta acusação pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

De acordo com a Secretaria-Geral do Senado, a Constituição e o regimento da Casa dizem que, na eleição da Mesa Diretora, será assegurado “tanto quanto possível a proporcionalidade”. Ainda de acordo com o órgão, “tradicionalmente, quem tem a maior bancada tem também a presidência, mas isso depende de uma votação”.

a nova MP deverá gerar economia de R$ 9,8 bilhões no primeiro ano de vigência (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

O presidente Jair Bolsonaro destacou em um tuíte ontem à noite a assinatura da Medida Provisória que tem como objetivo combater fraudes no INSS. De acordo com a equipe econômica, a nova MP deverá gerar economia de R$ 9,8 bilhões no primeiro ano de vigência. O texto altera regras de concessão de benefícios, como auxílio-reclusão, e promove revisão de benefícios com suspeitas de irregularidades na Previdência Social. “Assinamos hoje Medida Provisória que foca o combate de fraudes no INSS, podendo poupar cerca de R$10 bilhões por ano aos cofres públicos”, escreveu o presidente na conta oficial de Twitter dele na noite desta sexta-feira (18).

A estimativa é bem menor que a anunciada antes pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, que chegou a falar numa economia entre R$ 17 bilhões e R$ 20 bilhões. Ontem, o secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, evitou comentar as projeções mais otimistas e disse apenas que, a depender do resultado dos programas de revisões nos próximos seis meses, o total poupado pode efetivamente crescer. “Adotamos números conservadores”, explicou. (Estadão)

Marcelo Yuka apresentava um quadro de infeccção generalizada após sofrer um segundo AVC (Foto: Reprodução)

O músico e fundador da banda O Rappa, Marcelo Yuka, faleceu na noite da última sexta-feira, 18, aos 53 anos. Yuka estava internado desde dezembro e recentemente apresentava estado de saúde grave. A morte do artista foi confirmada ao portal UOL pela assessoria do Hospital Quinta DOr, no Rio de Janeiro. Marcelo Yuka apresentava um quadro de infeccção generalizada após sofrer um segundo AVC. Desde agosto de 2018, a saúde de Yuka estava fragilizada, quando sofreu o primeiro derrame.

Carreira: Marcelo Fontes do Nascimento Viana de Santa Ana, conhecido como Marcelo Yuka, foi baterista e um dos fundadores da banda O Rappa. Além disso, também era compositor e foi autor de grandes sucessos como “Pescador de ilusões”, “Minha Alma (A paz que eu não quero)”, “O que sobrou do Céu”, “A Feira” entre outros. Em 2000, Yuka ficou paraplégico ao ser atingido por nove tiros enquanto uma mulher era assaltada na Tijuca, na Zona Norte do Rio. Um ano depois, saiu da banda O Rappa e fundou outra banda, intitulada F.U.R.T.O (Frente Urbana de Trabalhos Organizados), que seguia com canções de letras ácidas e denúncias sociais.

Por conta do seu engajamento social, em 2010, Yuka se filiou ao Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) e chegou a sair como candidato a vice-prefeito na chapa de Marcelo Freixo, em 2012, porém sempre alegou que não pretendia seguir uma carreira política. Seu trabalho mais recente, Canções Para Depois do Ódio, foi lançado em 2017 e no álbum, Yuka trazia reflexões otimistas sobre a sociedade atual. O álbum contou com participações de famosos como Seu Jorge, Black Alien, as cantoras Céu, Cibelle entre outros.

O simulador de notas do Sistema de Seleção Unificada (SiSU), ferramenta inédita anunciada neste ano pelo Ministério da Educação, poderá ser utilizado em qualquer computador, em qualquer hora e em qualquer lugar pelos estudantes. O MEC disponibilizou para download o simulador para ajudar ainda mais os estudantes a escolher o curso superior desejado. O objetivo da plataforma é fazer comparativo de informações para aperfeiçoar o desempenho dos alunos.

O simulador ajuda o estudante a ter uma noção sobre o que ele precisa melhorar no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) para ser selecionado no curso desejado. Com a ferramenta – que será um instrumento de consulta permanente –, à medida que o estudante inserir as notas, poderá verificar onde teria sido aprovado e em quais opções.
O programa foi desenvolvido pela equipe de Business Intelligence (BI) da Secretaria Executiva do MEC e o uso é bem simples. Basta que o estudante acesse a página do Sisu na internet e clique no link “Simule aqui seu desempenho no Sisu”. Depois disso, abrirá outra página onde terá a opção “download”. Com o simulador instalado, o estudante deve inserir suas notas no Enem e poderá filtrar a comparação por região, turno e cursos. A simulação vale apenas para as modalidades de ampla concorrência ou reservas de vagas da Lei nº 12.711/2012.
Na prática, vai funcionar assim: ao entrar no simulador, com a ferramenta já instalada no computador, o estudante coloca suas notas das disciplinas de ciências da natureza, ciências humanas, linguagem, matemática e redação, de qualquer das edições do Enem que tenha participado. Depois, marca a alternativa “ampla concorrência” ou “lei de cotas” e, se desejar, usa os filtros disponíveis. Caso deseje uma simulação mais específica, pode ainda selecionar algumas das modalidades de concorrência, a região e a UF (unidade da federação) de sua preferência, além do curso e turno desejados.
O simulador faz um comparativo com todas as edições passadas do Enem, desde 2010 (primeiro semestre), quando o Sisu foi implantado pela primeira vez, até 2018 (segundo semestre), mostrando a menor nota que ingressou em determinada graduação, por universidade e edição do Sisu.

A aposta mínima, de seis números, custa R$ 3,50. (Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil)

Na noite deste sábado (19), o concurso 2.118 da Mega-Sena, que será sorteado e poderá pagar um prêmio de R$ 33 milhões a quem acertar as seis dezenas. Também são distribuídos prêmios para os que acertarem quatro ou cinco números dentre os 60 disponíveis no volante de apostas. A aposta mínima, de seis números, custa R$ 3,50. Os jogos podem ser feitos até as 19h (hora de Brasília) de hoje, em qualquer lotérica do país, ou pela internet, no site Loterias Online da Caixa Econômica Federal. (Agência Brasil)

Bruna afirma que enviou uma carta à Band comunicando a Band sobre o assédio, mas ficou decepcionada com a postura da emissora. (Foto: Reprodução )

O apresentador José Luiz Datena está sendo acusado de assédio sexual por Bruna Drews, ex-repórter do Brasil Urgente, da Band.
Em entrevista ao Fofocalizando, do SBT, na tarde de hoje (18), Bruna confirmou denúncias envolvendo o apresentador que foram publicadas pelo site Notícias da TV, afirmando que o fato teria ocorrido por volta do meio do ano passado.

Segundo as acusações, em uma confraternização com a equipe em um restaurante, Datena teria dito frases como “já bati muita p*** pra você, você nem imagina o quanto” e “é um desperdício você namorar uma mulher, não deve ter conhecido o homem certo”.

Posteriormente, o apresentador negou as acusações, afirmando que trata-se de “calúnia” e alegando que a profissional sofreria de problemas psicológicos. “Ele falou muito que estou delirando, que estou doente, mas eu confirmo todas as informações de assédio que foram publicadas”, afirmou Bruna.

Bruna também ressaltou alguns momentos que ocorriam durante suas participações no Brasil Urgente, em que o apresentador falava sobre sua beleza durante as reportagens.

“Já me sentia muito constrangida com o assédio que sofria no ar. Era nítido meu constrangimento, sabe? Meus pais ficavam envergonhados. Mas eu precisava do salário, pagava coisas pros meus pais, tinha que sustentar uma casa, então eu aguentava.”

“Quando aconteceu o assédio real, frente a frente, num restaurante, aí eu decidi mesmo que devia procurar a Justiça e denunciar. Procurei um advogado logo depois que esse assédio foi feito.”

Em seguida, a repórter explicou o motivo de ter esperado meses para realizar a denúncia: “Eles pediram pra segurar um pouco pra gente fundamentar toda a nossa história. O prazo pra gente divulgar o assédio é de seis meses. A gente esperou até o último momento pra que a gente fundamentasse a história, tivesse testemunhas.”

Bruna afirma que enviou uma carta à Band comunicando a Band sobre o assédio, mas ficou decepcionada com a postura da emissora. Como resposta, teria recebido a sugestão: “Fica em casa um tempo, descansa.”

A Federação Bahiana de Futebol (FBF) alterou a data do clássico entre Bahia e Vitória, pelo Campeonato Baiano. O confronto estava marcado para o dia 10 de fevereiro, às 16h, na Arena Fonte Nova, e foi transferido para 10 de março, no mesmo horário e local. Diante disso, os confrontos entre Bahia e Jacobina e Bahia de Feira e Vitória, que aconteceriam no dia de 10 março, foram antecipados para 10 de fevereiro. O primeiro será na Fonte Nova e o outro na Arena Cajueiro, em Feira de Santana. Vale lembrar que o clássico Ba-Vi pela Copa do Nordeste permanece sem alteração. O jogo vai acontecer no dia 3 de fevereiro, às 17h, na Arena Fonte Nova.

O ex-ministro Antonio Palocci, delator da Operação Lava Jato, relatou entregas de dinheiro em espécie, de propina paga pela Odebrecht, ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. As informações estão em um termo da primeira delação fechada por Palocci com a Polícia Federal de Curitiba.

Palocci prestou o depoimento em 13 de abril de 2018, na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba – a delação foi homologada pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) em junho do ano passado. Nesta quinta-feira (17), o depoimento foi anexado ao inquérito da PF sobre a Usina de Belo Monte, que tramita em sigilo.

No depoimento do primeiro termo de delação, Palocci diz que: “Entregou a Lula, “em oportunidades diversas”, dinheiro vivo, em remessas que chegaram a até R$ 80 mil e eram escondidas em caixas de celular ou de uísque. De acordo com Palocci, o ex-presidente lhe pedia que não comentasse com ninguém a respeito do assunto”.

Lula recebeu propina pela obra da Usina Hidrelétrica Belo Monte, no Pará. A Odebrecht destinou R$ 15 milhões a Lula, segundo Palocci. A Andrade Gutierrez também é citada. Dilma Rousseff, quando ainda era candidata, soube dos pagamentos da Andrade Gutierrez ao PMDB e autorizou que continuassem.

Em encontro com Dilma no Palácio do Planalto no início de 2011, ela, que já era presidente, não autorizou pagamentos da Andrade Gutierrez ao PT. Palocci afirmou que, na ocasião, perguntou a Dilma se havia necessidade de autorizar que a empreiteira fizesse pagamentos específicos vinculados à participação em Belo Monte.

Em nota, a assessoria de imprensa de Lula negou a acusação e afirmou: “A Lava Jato tem quase 200 delatores beneficiados por reduções de pena. Para todos perguntaram do ex-presidente Lula. Nenhum apresentou prova nenhuma contra o ex-presidente ou disse ter entregue dinheiro para ele”.

O comunicado (leia a íntegra abaixo) cita “falas sem provas de Palocci, que saiu da prisão e foi para casa, com boa parte de seu patrimônio mantido em troca de mentiras sem provas contra o ex-presidente”. “Todos os sigilos fiscais de Lula e sua família foram quebrados sem terem sido encontrados valores irregulares.”

Já o advogado Cristiano Zanin Martins, responsável pela defesa do ex-presidente, afirmou, também em nota: “Palocci produziu mais uma narrativa mentirosa e mirabolante contra Lula em troca de benefícios negociados clandestinamente com agentes do Estado objetivando produzir resultados políticos contra o ex-presidente”.

Zanin diz ser “manifestamente ilegal o vazamento desse depoimento prestado à Polícia Federal, situação que deve merecer pronta iniciativa do Diretor-Geral do órgão e do Ministro da Justiça e Segurança Pública para investigação e punição dos envolvidos”.

A assessoria de Dilma disse que “mais uma vez, o senhor Antônio Palocci mente em delação premiada, tentando criar uma cortina de fumaça porque não tem provas que comprometam a idoneidade e a honra da presidenta Dilma”. “É fantasiosa a versão de que ela teria ‘dado corda’ para a Lava Jato “implicar” Lula. Isso não passa de uma tentativa vazia de intrigá-la com o presidente Lula.”

 

*G1

Unit´