O mais de 300 delegados iriam entregar os cargos por não concordarem com medida do projeto de reforma administrativa (Foto: Jeferson Peixoto/ADPEB)

Após assembleia realizada na manhã desta sexta-feira (14), os delegados de polícia da Bahia decidiram suspender a entrega dos cargos anunciada na terça-feira (11). O mais de 300 delegados iriam entregar os cargos por não concordarem com medida do projeto de reforma administrativa, proposto pelo governo do estado, que fixa os ganhos do governador, que é de R$ 22 mil, como o teto salarial para todos os servidores do estado. De acordo com o presidente da Sindicato dos Delegados de Polícia da Bahia (ADPEB), Fábio Lordello, a decisão tomada na assembleia desta sexta é um voto de confiança na negociação entre o governo do estado e o delegado-geral da Polícia Civil, Bernadino Brito Filho. Segundo o delegado-geral, na negociação foi apresentada uma nova proposta de texto à emenda constitucional que trata sobre o teto salarial. Esse texto diz que, para os delegados diretores da Polícia Civil, o teto salarial seria o dos desembargadores do poder judiciário. O presidente da ADPEB destacou que a assembleia permanente da categoria continua, e que ela só será suspensa depois que eles tiverem acesso à redação da nova proposta.

O MP-GO e Polícia Civil investigam, de forma independente, a suspeita de crimes sexuais praticadas pelo médium. (Foto: Michael Melo/Metrópoles)

A Justiça de Goiás determinou, nesta sexta-feira (14), a prisão preventiva de João de Deus, suspeito de praticar abusos sexuais durante tratamentos espirituais, em Abadiânia, cidade goiana do Entorno do Distrito Federal. A informação foi confirmada à TV Anhanguera pelo secretário de Segurança Pública de Goiás, Irapuan Costa Júnior.

Um dos advogados que compõem a defesa de João de Deus, Thales Jayme disse que foi informado sobre o mandado de prisão, mas não tinha recebido o documento até as 12h30. Ele declarou também que não conseguiu falar com médium nesta manhã. “Nós recebemos um contato informando que havia um decreto de prisão, para tratarmos uma forma do João se apresentar de uma forma menos traumática e que ele esteja em segurança. A minha opinião é a de que ele se apresente”, disse o advogado.

Por sua vez, o advogado Hélio Braga, que também integra a defesa do médium, ressaltou que o cliente é inocente. “Nós enquanto defesa, continuamos contestando com veemência todas as acusações. Não acreditávamos na decisão nesse sentido, perante a total falta de provas”, declarou.

Em nota, o advogado Alberto Toron informou que ainda não conseguiu ter acesso aos depoimentos das mulheres e nem ao pedido de prisão preventiva contra o médium. “É inaceitavel a utilização de pretextos e artifícios para se impedir o exercício da defesa”, diz o comunicado (Leia a íntegra no final da reportagem).

Em nota, a Polícia Civil informou que “se empenha em dar cumprimento à referida determinação judicial”.

O jornal “O Globo”, a TV Globo e o G1 têm publicado nos últimos dias relatos de dezenas de mulheres que se sentiram abusadas sexualmente pelo médium. Não se trata de questionar os métodos de cura de João de Deus ou a fé de milhares de pessoas que o procuram. O MP-GO e Polícia Civil investigam, de forma independente, a suspeita de crimes sexuais desde segunda-feira (10), depois que o programa Conversa com Bial divulgou o relato de 10 mulheres que disseram ter sido abusadas sexualmente pelo médium.

A polícia informou que, até quinta-feira (14), recebeu 14 denúncias formais contra João de Deus, sendo que 13 mulheres já foram ouvidas. Já o MP-GO contabiliza o contato de mais de 300 pessoas.

O tema “A Paz” foi escolhido, por conta da onda de violência que atinge o mundo. (Foto: correio24horas.com.br)

A tradicional Lavagem do Bonfim, que em 2019 será realizada em 17 de janeiro, terá como tema “A Paz”. O padre Edson Menezes, reitor da Igreja do Bonfim, revelou que, durante a procissão, uma bandeira branca gigante será conduzida pelos fiéis até a Igreja do Bonfim.

“Iremos conduzir, da basílica de Nossa Senhora da Conceição da Praia até aqui, uma bandeira entre 80 metros e 100 metros. Uma bandeira branca, pedindo paz para a cidade de Salvador, paz para as famílias, paz para o Brasil e paz para o mundo”, disse o padre.

Ainda segundo o reitor da Igreja do Bonfim, o tema “A Paz” foi escolhido, por conta da onda de violência que atinge o mundo. “Nós queremos pedir ao Senhor do Bonfim paz, porque ele, Jesus, é a nossa verdadeira paz. Então, a partir de hoje, nós estamos realizando uma jornada de oração pela paz”, contou padre Edson.

O novenário para Senhor do Bonfim será realizado de 10 a 19 de janeiro. Ele é interrompido apenas no dia 17, dia da lavagem. Já a festa do Bonfim acontece no dia 20 de janeiro. A novidade para 2019 é a missa campal, que desta vez será realizada às 7h30.

A nova placa será obrigatória para os veículos zero quilômetro e no caso de transferência de propriedade. (Foto: Reprodução)

O prazo de implantação na Bahia da placa veicular padrão Mercosul foi prorrogado pela segunda vez. Prevista para entrar em vigor originalmente em 3 de dezembro, a implantação primeiro foi adiada para 17 de dezembro e, nesta sexta-feira (14), o prazo foi estendido novamente até 24 de dezembro.

De acordo com informações do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), a nova mudança foi definida por meio de um acordo entre o órgão, o Denatran e o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro).

O objetivo do adiamento é conceder tempo para que o Serpro finalize a integração do novo sistema de emplacamento, com a ampliação do número de fabricantes de placas que irão atuar em território baiano. Ainda de acordo com o Detran, até o momento, mais de 100 empresas estampadoras de placas já estão credenciadas ao Denatran para oferecer o serviço na Bahia.

A nova placa será obrigatória para os veículos zero quilômetro e nos casos de transferência de propriedade, de jurisdição e de município e alteração de categoria do veículo. O valor médio cobrado pelas placas atuais no estado é de R$ 195. Conforme o Detran, a previsão é de que o preço não sofra alteração. No entanto, o Detran explica que esse valor não é regulado pelo departamento, e sim estipulado pelas empresas que fazem e estampam as placas. A placa terá quatro letras e três números, emblema do Mercosul, bandeira do Brasil, marca d’água e código de barras bidimensional (QR-Code).

O ex-ativista Cesare Battisti foi condenado na Itália a prisão perpétua (Foto: Agência Brasil/Arquivo)

O italiano Cesare Battisti é considerado foragido pela Polícia Federal. Ele teve a prisão decretada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Fux na quinta-feira (13). O advogado diz desconhecer o paradeiro de seu cliente. Segundo a PF, Battisti está “em local incerto e não sabido” e as buscas ainda estão em andamento.

O italiano foi visto pela última vez em Cananeia, onde vive desde 2015, na terça-feira (11), segundo o delegado da Polícia Civil Tedi Wilson de Andrade. Uma equipe foi até a casa dele por volta das 9h desta sexta. O imóvel está fechado e não há movimentações no local.

“Temos a informação de que ele estava construindo uma outra casa na cidade e, durante o dia, estamos procurando o Battisti em vários endereços. Se o encontramos, encaminharemos para a Polícia Federal”, disse. Battisti havia sido preso em outubro do ano passado, em Corumbá (MS), quando supostamente tentaria atravessar a fronteira do Brasil com a Bolívia com US$ 6 mil e 1,3 mil euros não declarados.

No ano passado, a Itália pediu que o governo Michel Temer revisasse a decisão de Lula que vetou a extradição. A defesa do italiano, então, pediu ao STF que o governo brasileiro fosse impedido de enviá-lo de volta ao país de origem.

Battisti foi condenado à prisão perpétua pela Justiça da Itália italiana sob a acusação de ter participado de quatro assassinatos entre 1977 e 1979, quando era integrante do grupo de extrema-esquerda Proletários Armados pelo Comunismo (PAC). Battisti sempre negou ter cometido os crimes, enquanto o governo italiano o acusa de terrorismo.

Ele fugiu para o Brasil, depois de passar alguns anos na França, e foi preso em 2007. Em 2009, o Supremo se posicionou favoravelmente ao envio de Battisti para a Itália, mas deixou a decisão final ao presidente da República, por considerar que é uma prerrogativa do Executivo. Em seu último dia como presidente, no dia 31 de dezembro de 2010, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva decidiu vetar a extradição.

O marido de Deborah, Hugo Moura, estava com a família até o último final de semana quando teve que voltar ao Brasil para trabalhar. (Foto: Reprodução/Instagram)

A atriz Deborah Secco viajou com a família para Orlando há 10 dias onde estão hospedados em uma enorme casa. Deborah Secco e Maria Flor têm curtido as atrações e os brinquedos. O marido de Deborah, Hugo Moura, estava com a família até o último final de semana quando teve que voltar ao Brasil para trabalhar.

A atriz, que participou do prêmio ‘Melhores do Ano’ do Domingão do Faustão, fez um “bate volta” no Brasil só para estar presente no evento. O troféu acabou ficando com a atriz Giovanna Antonelli, parceira de Deborah na novela “Segundo Sol”.

A eterna Karola tem compartilhado diversos momentos em família na Disney e divertido os milhares de fãs. “Um dia de princesa!”, escreveu Deborah na legenda da foto da família com as princesas da Disney.

Pouco antes de embarcarem para os Estados Unidos, Deborah Secco e Hugo Moura comemoraram o aniversário de 3 anos da filha Maria Flor com uma grande festa com o tema “Bela e a Fera”. A comemoração contou com diversos famosos, inclusive com a presença de Xuxa, que cantou o parabéns para Maria. Deborah Secco e Maria Flor continuam na Disney por mais alguma semana curtindo as férias ao lado da família.

Profissionais com registro no país que se inscreveram no Programa Mais Médicos têm até hoje (14) para se apresentar nos municípios escolhidos. O começo da atuação, de acordo com o Ministério da Saúde, deve ser estabelecido junto ao gestor local. Dados da pasta mostram que, até as 11h da última segunda-feira (10), 53% dos profissionais haviam comparecido ou iniciado as atividades nas localidades.

O programa recebeu 36.490 inscrições, preenchendo 98,7% (8.411 profissionais alocados) das 8.517 vagas disponibilizadas no edital. Até o momento, estão abertas para as próximas etapas 106 vagas em 29 localidades. Na próxima segunda-feira (17), o ministério fará um balanço das vagas disponíveis, somando as desistências e as que não tiveram procura. Profissionais com registro no país terão nova chance para se inscrever e escolher os municípios disponíveis nos dias 18 e 19 de dezembro.


LEIA MAIS

Segundo a polícia, Euler Grandolpho usou duas armas de fogo para atirar em fiéis na Catedral de Campinas (Foto: Reuters)

Em 1901, um médico britânico que morava na Malásia descreveu um fenômeno que lhe chamava atenção: o de pessoas sem histórico criminoso que tinham rompantes de violência e saíam cometendo assassinatos indiscriminadamente, atacando a quem não havia feito nada contra elas.

“Um homem de 23 anos roubou uma espada e atacou seis pessoas que estavam dormindo ou fumando ópio. Ele quase decapitou um, matou outros três e feriu seriamente os demais – tudo sem razão aparente”, escreveu na época o médico John Gimlette no Journal of Tropical Medicine.

Era o fenômeno cultural local chamado de amok, quando uma pessoa alvo de frustrações ou humilhações – na maior parte dos casos, um homem – passava por um período de reclusão e isolamento e depois se lançava em um ritual catártico e bárbaro: ir a um lugar público e movimentado para matar pessoas desconhecidas, sem motivo ou conexão aparentes. A palavra deu origem ao termo em inglês “running amok”, que pode ser traduzido como “tomado pela ira”.

Esse fenômeno, a princípio apontado por antropólogos como uma manifestação restrita a algumas comunidades do sul da Ásia, começou a ser visto sob outra ótica por psicólogos e estudiosos no Ocidente a partir da década de 1990, quando mais matanças indiscriminadas começavam a ganhar as manchetes dos jornais: as mortes causadas por atiradores em escolas ou locais públicos americanos.


LEIA MAIS

Foto: Reprodução

Se ainda está em dúvida onde vai fazer suas compras de natal, vou te dar uma dica. A vigésima sexta edição da Feira Liz Paim ‘chique é ser solidário’ este ano vai acontecer nos dias 15 e 16 de dezembro, no Hotel Sol Barra, no Porto da Barra.

No especial de natal você vai encontrar desde presentes a lembrancinhas. Tem moda feminina, masculina, infantil, praia e fitness. Além de acessórios, artesanato, perfumaria, calçados, bolsas e fantasias. A variedade de produtos natalinos também é grande. Sorteios de brindes e atrações musicais já estão garantidos nos dois dias da feira. Não perca tempo. Para participar é fácil, a entrada é apenas uma lata de leite em pó ou produtos de higiene para serem doados às crianças do NACCI – Núcleo de Apoio ao Combate do Câncer Infantil.


LEIA MAIS

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

A ex-presidente Dilma Rousseff esteve em São Paulo, no Hospital Sírio-Libanês, para fazer uma angioplastia, ou seja, desobstrução de artérias do coração. De acordo com o hospital, o procedimento foi realizado com sucesso e sem intercorrências.

Dilma deu entrada quarta-feira (11) para fazer, inicialmente, uma cineangiocoronariografia, um tipo de cateterismo cardíaco. Com o quadro de estável, ela recebeu alta ontem (13). Dilma foi acompanhada por equipe médica coordenada pelo médico Roberto Kalil Filho.

Unit´