Arraiá de São José em Feira de Santana dá espaço à tradição

Foto: Cau Preto
Foto: Cau Preto

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email
A programação do segundo dia de São João em Maria Quitéria começou mais cedo neste domingo, 19. O sol estava se pondo quando os primeiros moradores chegaram para curtir a última noite do arraiá. A banda Arquivo Nordestino foi quem abriu a programação.
Das barracas montadas no entorno da praça era possível curtir a festa comendo e bebendo e, é claro, dançando muito forró.
O casal de amigos José Augusto de Jesus e Cecília da Cruz dançaram  embalados pelo autêntico forró pé de serra.
Estamos adorando. A Prefeitura manteve nossa tradição com atrações animadas e que não deixaram a desejar comparadas aos grandes nomes“, disse a moradora da localidade. “A organização também está excelente“, considerou ela.
Quadrilhas deram um show 
Logo seguida, por volta das 18h30, as quadrilhas juninas ocuparam o centro da festa dando um show à parte. Atrairam a atenção pelo figurino e pelas coreografias. Não faltaram registros fotográficos e filmagens.
Aos 73 anos, Apolinária Oliveira comanda uma turma de 28 jovens  da quadrilha mais antiga, a Forró da Alegria, que pertence a Associação Cultural Culeirinho da Bahia, comunidade Quilombola Matinha dos Pretos.
As quadrilhas juninas mantém viva uma tradição que é nossa“, disse. A última noite do Arraiá de São José  contou ainda com os shows de Sandro de Castro, Kixote é Esse e Balão Beijo.
Vale lembrar que a Prefeitura de Feira garantiu as atrações e a estrutura da festa com a montagem das barracas, ornamentação, banheiros, iluminação, segurança e o palco. Vários órgãos municipais estiveram envolvidos.
O secretário municipal de Cultura, Esporte e Lazer, Jairo Filho, acompanhou os dois dias de festa, tanto em Maria Quitéria quanto Tiquaruçu.