Criança encontrada morta em balanço teve custódia negada ao pai pela Justiça

4llo6vcoms_cg1mv5i0p_file

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email
Vista aérea do local onde a criança foi encontrada (Foto: Reprodução/)
Vista aérea do local onde a criança foi encontrada (Foto: Reprodução/)

James Lee, pai do garoto Ji’Aire, encontrado sem vida pela polícia do estado de Maryland sendo empurrado por sua mãe de um balanço em um parque nos EUA, afirmou à reportagem do canal norte-americano Fox News na noite desta segunda-feira (25), que sua ex-mulher não tinha condições de cuidar do filho. E que há um mês solicitou a um juiz a custódia do filho, acreditando que seria melhor para a criança. Desde então, ele não viu mais o garoto, até descobrir esta semana que ele estava morto. “Eu não estou dizendo que ela era uma mãe incapaz, mas, neste momento particular, ela não estava apta a cuidar do nosso filho”, disse Lee. Em sua opinião, o juiz foi omisso e deveria ter olhado com mais atenção para o seu pedido.

Estava combinado que pai e filho passariam este último final de semana juntos, mas ao tentar contato com a mãe da criança não obteve retorno. Na sexta-feira (22), a mãe de sua ex-mulher telefonou para Lee dizendo que seu filho estava desaparecido.