Festa do Divino Espírito Santo movimenta Boipeba

Foto: divulgação
Foto: divulgação

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email

A Festa do Divino Espírito Santo é uma das mais antigas tradições do município de Cairu. A manifestação repetida há séculos, mantém viva a fé e cultura dos moradores do Arquipélago de Tinharé, no Baixo Sul da Bahia.

Depois de nove dias de preparação, o ponto alto acontecerá neste sábado (23), com a chamada “Salva do Divino”, um ritual preservado há séculos, a “Celebração Festiva do Divino Espírito Santo”, e no domingo (24), a celebração eucarística. Na segunda-feira (25), acontece o encerramento das festividades, com uma procissão marítima, feita por pescadores, em homenagem a São Francisco.

Foto: divulgação
Foto: divulgação

A prefeitura preparou ainda, uma série de shows com bandas gospel, de axé e pagode. Na sexta-feira acontece o II Louvorzão Divino, com a banda gospel Raízes e o grupo Ressoar. No sábado que anima o público são as bandas Samba Connós, Sem Retoque e Tomaki. Domingo, a festa fica por conta de É o Tchan, Buzinaê e Tok de Paixão. Na segunda é dia de Esquema Quente, Sedução e Karamba na Kara.

A festa do Divino é celebrada sete semanas após a páscoa, no domingo de Pentecostes e marca a chegada do Espírito Santo sobre os apóstolos de Cristo, sob a forma de línguas de fogo, segundo conta o Novo Testamento. Em Boipeba, como em outras cidades brasileiras, os festejos ao Divino são marcados pelo forte traço religioso, mas também por um grande apelo cultural.

Boipeba é um dos mais belos cenários do litoral baianos, com vastas áreas de manguezais, reservas de Mata Atlântica, dunas, restingas, praias e recifes de corais. A Ilha, localizada no Baixo Sul da Bahia, é marcada pelas belezas naturais e pela hospitalidade do seu povo.