Governistas aprovam empréstimo de US$ 400 milhões

Oposição critica projeto que não detalha como será gasto o montante. Foto: Bocão News
Oposição critica projeto que não detalha como será gasto o montante. Foto: Bocão News

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email
Oposição critica projeto que não detalha como será gasto o montante. Foto: Bocão News
Oposição critica projeto que não detalha como será gasto o montante. Foto: Bocão News

Com uma obstrução de mais de 36 horas na Assembleia Legislativa da Bahia, a segunda maior sessão em 25 anos, aprovou no final da tarde desta terça-feira (6) o terceiro e último projeto da ordem do dia. Com votos contrários da oposição, o governo conseguiu aprovar por 37 votos a 15 o projeto que autoriza ao governo o pedido de empréstimo ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) no valor de US$ 400 milhões (aproximadamente R$ 1,6 bilhão).

Os deputados de oposição criticaram o projeto que não detalha como será gasto o montante do empréstimo. “Esse é o motivo dos nossos questionamentos. Em nenhum momento o governo, de forma clara, explicitou como esse dinheiro será aplicado. Nós demos 36 horas para eles nos convencerem, mas nenhum deputado governista teve coragem de subir nesta Tribuna e esclarecer de forma convincente nossos questionamentos”, frisou o deputado Carlos Geilson.

Nesta terça foram aprovados também o projeto que modifica o Regime Próprio de Previdência Privada, com alterações na regra de concessão de pensão por morte, e a matéria que padroniza a cobrança de créditos tributários em dívida ativa.