Governo realiza audiências públicas no Vale do Paramirim

Foto: reprodução

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email

O Governo do Estado realiza através da Secretaria Estadual do Meio Ambiente entre os dias 25 e 28/05 uma série de audiências públicas para dialogar sobre o Projeto de Segurança Hídrica do Vale do Paramirim. O encontro contará com a participação dos municípios que compõem o território: Caturama, Rio do Pires, Paramirim, Érico Cardoso, Macaúbas, Ibipitanga, Boquira, Ibitiara e Ibipitanga, Botuporã e Tanque Novo.

Receberão as audiências publicas os municipios de Boquira (25/5), Rio do Pires (26), Érico Cardoso (27) e Paramirim (28). De acordo com o secretário do Meio Ambiente, Eugênio Spengler, “a ação tem investimento previsto de cerca de R$ 160 milhões, beneficiando uma população de aproximadamente 110 mil habitantes”.

Segundo Spengler, outros compromissos foram assumidos pelo Governo do Estado, em audiência realizada no dia 29/04/2015, na cidade de Paramirim, com participação do Ministério Público, que irão beneficiar a região. “O Governo se comprometeu em aguardar 30 dias para publicação do resultado, e já estão sendo realizados diálogos com as comunidades para que as dúvidas sobre a viabilidade do projeto sejam sanadas”.

Foto: reprodução
Foto: reprodução

O titular da pasta informa ainda que outras obras já estão sendo realizadas ao mesmo tempo com a construção da adutora, e visando o conforto hídrico da região, como a contratação do projeto para as construções das Barragens dos Rios da Caixa e dos Remédios, com investimentos na ordem de R$ 4,4 Milhões, que vão permitir o reforço da disponibilidade de água na Bacia do Paramirim nos próximos cinco anos; a elaboração do Plano de Bacias, através do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), que investirá cerca de R$ 4,95 milhões na construção do Plano de Bacia dos Rios Paramirim e Santo Onofre; a modernização da irrigação no Vale do Paramirim, com investimento previsto e atualizado para o projeto de infraestrutura comum de R$ 23,4 milhões; e a Implantação do Esgotamento sanitário de Érico Cardoso – projeto em adequação orçamentária.