Lava Jato prende mais nove executivos

Marcelo Odebrecht, dono e presidente da Odebrecht. Foto: Brasil 247
Marcelo Odebrecht, dono e presidente da Odebrecht. Foto: Brasil 247

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email
Marcelo Odebrecht, dono e presidente da Odebrecht. Foto: Brasil 247
Marcelo Odebrecht, dono e presidente da Odebrecht, preso na 14ª fase da Operação Lava Jato. Foto: Brasil 247

Foi deflagrada na manhã desta sexta-feira (19) a 14ª fase da Operação Lava Jato, da Polícia Federal. Foram cumpridos nove mandados, de um total de oito de prisão preventiva e quatro de prisão temporária, em quatro estados: São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Minas Gerais.

Foram presos preventivamente Marcelo Odebrecht, dono e presidente da construtora Odebrecht, Márcio Faria da Silva; o presidente da Andrade Gutierrez, Otávio Marques de Azevedo; além de Rogério de Santos Araújo e João Antônio Bernard Filho. O executivo da Odebrecht Cesar Ramos Rocha é um dos que ainda não foram localizados.

Os mandados de prisão temporária cumpridos foram de Alexandrino Sales Alencar, Antônio Pedro de Souza, Flávio Lúcio Magalhães e Maria Cristina da Silva Jorge. A 14ª fase da Operação Lava Jato, denominada Erga Omnes, expressão latina no meio jurídico para indicar que os efeitos da lei atingem a todos os indivíduos, é uma referência ao fato de as investigações alcançarem, mais de um ano depois de deflagrada a primeira fase da operação, as duas maiores empreiteiras do país, a Odebrecht e a Andrade Gutierrez.

A assessoria da Superintendência da PF em São Paulo informou que cinco pessoas estão detidas na unidade, entre elas o presidente da Odebrecht e o executivo Márcio Faria da Silva. Eles deverão deixar a superintendência por volta das 14h30 para o Aeroporto de Congonhas, de onde seguirão para Curitiba.

*As informações são da Agência Brasil