Polícia apura caso de abuso sexual em Vitória da Conquista

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email

Três garotas que estavam desaparecidas há quatro dias foram encontradas na casa de um homem de 58 anos em Vitória da Conquista. Fotos e vídeos de meninas seminuas, armazenadas em um tablet, foram localizadas. A polícia apura a suspeita de abuso sexual que teria sido cometido pelo bancário ainda não encontrado. As adolescentes têm 13, 15 e 16 anos e eram procuradas há quatro dias. A mais velha sofre de transtornos mentais, segundo a polícia. A denúncia foi feita por uma amiga das meninas. A abordagem foi numa casa, no bairro Candeias, na noite da segunda-feira (18). Algumas delas estavam seminuas quando os policiais entraram.

“Segundo informações, a residência abriga há algum tempo menores nos finais de semana para festas e mais festas. Encontramos fotos no tablet, inclusive com vídeos, com meninas dançando na casa. Algumas fotos que demonstram a intimidade e fizemos questão de conduzir essas menores por entender que ali se encontrava um quadro de risco extremo à exploração sexual e a conduzimos até a delegacia”, informou o capitão da Polícia Militar, Helderim Tomaz. As adolescentes negaram que tenham sido abusadas sexualmente. Uma delas relatou que bebia cerveja e uísque na casa do suspeito. Sobre a dança, ela disse que dançava para se divertir e que elas mesmo gravavam os vídeos. O homem tem cinco passagens pela polícia por casos como porte ilegal de arma e por dirigir embriagado. Depois de prestar depoimento, as adolescentes voltaram para a casa dos pais.