Prefeitura adota providências e garante o transporte da população

24032021064050

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email

A Prefeitura de Feira foi surpreendida nas primeiras horas da manhã de hoje, 24, com o atraso na saída dos ônibus urbanos das garagens das concessionárias de transporte público após o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários (SINTRAFS) determinar que a categoria seguisse movimento de paralisação nacional.

O Governo Municipal, através da Secretaria de Transportes e Trânsito (SMTT), acionou imediatamente a equipe de operações que passou a monitorar a saída dos veículos, restabelecendo, às 6h, a operação deste serviço essencial à população, bem como notificou os responsáveis pelo descumprimento das viagens.

A circulação dos ônibus segue monitorada pelo poder público durante todo o dia a fim de garantir a oferta de transporte público.

INVESTIGAÇÃO 

A redução da frota de ônibus no transporte coletivo urbano de Feira de Santana é alvo de uma investigação do Ministério Público. O site Olá Bahia obteve essa informação com exclusividade, após ter acesso ao procedimento administrativo (nº 596.9.50513/2021) que autoriza a instauração do inquérito civil. O procedimento foi instaurado no último dia 12 de março.

Veja mais aqui: Ministério Público vai apurar redução da frota de ônibus do transporte público em Feira de Santana

De acordo com o MP, a apuração gira em torno da redução de cerca de 60% da frota de ônibus, no período compreendido entre às 5 da manhã e 21 horas, uma vez que todas as atividades estão autorizadas pelo Município a funcionar nesse período.

Outro ponto levado em consideração pelo MP para instaurar o inquérito, foram as notícias acerca da aglomeração de pessoas nos terminais de transbordo do sistema de transporte público coletivo, fato gerador de disseminação do vírus do Covid-19. A apuração vai ficar a cargo da área do consumidor do MP.