Acaba greve da Embasa

Funcionários da Embasa aceitaram a proposta de acordo coletivo apresentada pela empresa. Foto: Reprodução/SINDAE
Funcionários da Embasa aceitaram a proposta de acordo coletivo apresentada pela empresa. Foto: Reprodução/SINDAE

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email

Com greve deflagrada na manhã desta segunda-feira (13), os funcionários da Embasa realizaram assembleias na sede da empresa e nas 13 unidades regionais do interior e, em menos de 24 horas, suspenderam a paralisação ao aceitar a proposta de acordo coletivo apresentada pela empresa. A informação foi confirmada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Água, Esgoto e Meio Ambiente da Bahia (SINDAE-BA).

A Embasa ofereceu reajuste salarial de 8,34%, retroativos a primeiro de maio, repondo a inflação medida pelo INPC-IBGE para o período de maio de 2014 a abril de 2015. Também foi oferecido reajuste em vários benefícios como tíquete refeição, auxílio creche, etc. A empresa se comprometeu a apresentar a proposta de revisão do plano de cargos e salários em agosto, implantando-a primeiro semestre do próximo ano.

A Companhia de Engenharia e Recursos Hídricos da Bahia (Cerb), segunda maior empresa de saneamento do estado, permanece em greve desde o último dia 6. Assim, continuam suspensos serviços como perfuração de poços artesianos e construção de sistemas de abastecimento de água no interior.

Funcionários da Embasa aceitaram a proposta de acordo coletivo apresentada pela empresa. Foto: Reprodução/SINDAE
Funcionários da Embasa aceitaram a proposta de acordo coletivo apresentada pela empresa. Foto: Reprodução/SINDAE