Faltam recursos para regionalização do SAMU

Foto: Ascom/Consórcio Portal do Sertão.

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email
Foto: Ascom/Consórcio Portal do Sertão.
Foto: Ascom/Consórcio Portal do Sertão.

Prefeitos e secretários de Saúde de 12 municípios que integram o Consórcio Portal do Sertão reuniram-se nesta quarta-feira (20) na Prefeitura de Feira de Santana, com o prefeito municipal José Ronaldo de Carvalho. No encontro, os gestores discutiram a regionalização do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192).

O prefeito feirense explicou que, por ser a maior cidade do Território Portal do Sertão e a segunda maior da Bahia, Feira de Santana acaba absorvendo demandas dos municípios da região, principalmente na área da saúde. “Os serviços ficam centralizados e as demandas acabam sendo superiores as despesas vinculadas à Feira. Entretanto, a nossa base já está disponível para a regionalização desde que haja recursos direcionados para mantê-la”, pontua.

Os demais gestores informaram as dificuldades em relação aos recursos disponíveis, mas se comprometeram em buscar mecanismos junto aos governos estadual e federal para a regionalização do SAMU. “A saúde é um aspecto que deve ser tratado com prioridade. A partir deste encontro, encaminhamentos importantes serão feitos em prol da implantação de um serviço essencial para a população”, destaca o presidente do Consórcio e prefeito de Irará, Derivaldo Pinto.

Estiveram presentes também a secretária de Saúde e coordenadora do SAMU de Feira de Santana, Denise Mascarenhas e Maísa Macedo, respectivamente; e os prefeitos de Coração de Maria, Edmário Paim (vice-presidente do Consórcio); Santo Estevão, Orlando Santiago; Ipecaetá, Marcell Gomes; Água Fria, Vanjo Desidério; e Antônio Cardoso, Felicíssimo dos Santos, além dos secretários de Saúde de Amélia Rodrigues, Conceição do Jacuípe, Santanopólis, Teodoro Sampaio e Tanquinho.

Com informações da Ascom/Consórcio Portal do Sertão.